Archive for 15 de maio de 2009

MINHOCAS

15/05/2009

minhocas-M

Quando a criança está pronta para perguntar, os adultos podem não estar preparados para responder. O dilema do questionamento, enfrentado por pais e filhos, é o assunto dessa família de minhocas, na qual o Júnior está crescendo e ainda não conseguiu do pai, da mãe e do avô nenhuma resposta convincente para uma questão que não pára de intrigá-lo: por que é proibido cavar para cima? (Leia mais) (Assista ao filme)

Anúncios

HOMENS COM PROBLEMAS NA HORA DO SEXO

15/05/2009

homen sexo

Com a vida agitada que temos hoje e as grandes mudanças de comportamento, fica mais evidente o problema que muitos homens enfrentam na hora do “vamos ver”.

Procurando uma matéria específica para ajudar com o problema de um amigo, esbarrei nessa que a Ciça Vallerio escreveu sobre o assunto e que vale uma conferida. (LA)

“Sempre atendi mais homens do que mulheres, mas esse crescimento deve-se à dificuldade masculina para se comportar no mundo moderno, pois carregam tradições e conservadorismo”, observa Ana Cláudia. “Isso deu um choque.” (Leia mais)

YOGA PARA CRIANÇAS

15/05/2009

CRIANA Y

Crianças de 2 e 3 anos podem aprender os primeiros passos da arte iogue da meditação, da hatha-yoga e de uma vida equilibrada? A Escola Arte de Viver, em São Paulo, acredita que sim. Com uma proposta baseada nos princípios educacionais de Paramahansa Yogananda, grande mestre indiano, autor de uma vasta obra sobre a ciência da Ioga e da Meditação, a escola procura passar de uma forma lúdica a vivência dos valores humanos universais no dia-a-dia, princípios esses que devem ser, antes de mais nada, praticados pelos próprios educadores. (Leia mais)

HQ NO BRASIL: O PAGADOR DE PROMESSAS

15/05/2009

PagadordePromessas

A história do “Zé do Burro” será contada agora em quadrinhos. A Agir, selo da Ediouro, está fazendo o lançamento. É uma aventura interessante já que o filme de 1962 foi um grande sucesso. (LA)

A história é um retrato da miscigenação religiosa no Brasil, destacada pelo confronto entre a ingenuidade e devoção do protagonista, em oposição à burocracia da instituição católica. Há também a crítica à eterna luta de classes, entre lavradores e grandes latifundiários. (Leia mais)