CAMINHO ÁRDUO PARA O TEATRO

No site da revista Bravo, essa reportagem mostra o drama das companhias de teatro, que precisam correr atrás de alternativas para realizar as produções. (LA)

mascaraPatricia Barros, atriz e produtora do grupo Folias D’Arte, contemplado em janeiro deste ano com Lei de Fomento pelo projeto Homem Cordial, explica que a verba não é usada apenas para montar um espetáculo. “O dinheiro que recebemos é usado também para a manutenção do grupo, do espaço em que ele existe. Também em palestras e seminários promovidos por nós. Há toda uma estrutura a ser sustentada, não é só o que está ali no palco”. Para Patrícia, a pior consequência de uma verba insuficiente é o salário baixo dos atores. “Nós acabamos por penalizar o ator e é claro que ficamos muito insatisfeitos com isso, mas não temos como pagar bem o profissional com tantos outros gastos”. (Leia mais)

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: