POESIA E INTERNET

poema

Portal Literal – Obed de Faria Junior

“O mercado editorial não apresenta espaço, atualmente, para poesia. As chances concretas de que um livro de poemas seja editado dependem quase que exclusivamente de que o autor banque por isso. O fato é que livros de poemas não são produtos viáveis porque, tendo uma procura muito baixa, isso não proporciona o que se chama “ganho de escala” (mal explicando, o custo de qualquer mercadoria é tão mais baixo quanto seja maior a quantidade que se produza). Entretanto, por que a Internet está cheia de gente que se dedica com maior interesse pela poesia? Ah! Para isso eu tenho minha própria tese.

Fazer poemas, hoje em dia, é válvula de escape para estresse, meio de terapia para depressão, forma de expressar o “eu interior” para quem busca a iluminação, e por aí vai. Qualquer oficina cultural mambembe promove cursos sobre “como fazer poesia”. Regras básicas: escreva pouco, utilize frases curtas, fale somente o essencial, “o que importa é o que você sente!”…” (Leia mais)

Tags: , , , , , ,

2 Respostas to “POESIA E INTERNET”

  1. Nogueira Martins Says:

    Sou mais um escritor jovem sem publicação e da forma como caminha o mercado editorial brasileiro, tanto nós produtores como os consumidores de cultura terão que se virar para encontrar novos locais de encontro. Pois é, meu caro Blogger…
    Um abraço.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: