Archive for outubro \29\UTC 2009

SEMINÁRIO DISCUTE FALTA DE PROTAGONISMO DA MULHER NO PARTO

29/10/2009

parto 1

Com Ciência – Luciana Palharini

“O leigo sabe bem a distinção entre parto cesárea e parto normal. Mas um conceito ligado a um procedimento milenar vem trazendo à tona novas informações relevantes no campo da obstetrícia: o parto natural, ou seja, de cócoras. O seminário “A redescoberta do prazer de dar à luz e um novo modelo de assistência obstétrica”, evento em defesa do parto natural, trouxe a discussão sobre a atual falta de protagonismo da mulher tanto no parto normal quanto na cesárea. O evento aconteceu em outubro, na Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp.

Para os adeptos do parto natural, o parto normal e a cesárea diferem quanto ao fato de o segundo ser um procedimento cirúrgico – e realizado muitas vezes sem necessidade -, mas aproximam-se pelo modo de assistência ao parto: ambos colocam a gestante em uma atitude passiva. A própria posição (horizontal) em que a mulher é colocada no trabalho de parto já é por si só um elemento que a coloca em uma postura passiva, já que a falta de liberdade de movimentos traz um desconforto significativo, limitando seu repertório de atuação. Junte-se a isso o fato da aplicação de anestesia ser hoje um procedimento padrão, realizado até mesmo sem que a parturiente seja consultada. Sem controle sobre seu corpo, a mulher deixa de ser a protagonista desse momento e passa a receber os comandos que deve executar para que seu bebê venha ao mundo…” (Leia e comente)

POR QUE AS COBAIAS VIRARAM PETS

29/10/2009
cobaias

CARINHO As cientistas Gui Mi Ko (à esq.) e Valderez Lapchik com seus camundongos

“NOVA LEI REGULAMENTA O USO DE ANIMAIS EM PESQUISAS NO BRASIL E MUDA O COMPORTAMENTO DE CIENTISTAS”

Isto É – Luciana Sgarbi

“Seremos mais respeitados perante as instituições internacionais. A mudança sairá dos nossos laboratórios para o mundo”, diz Valderez Lapchik, responsável técnica do biotério do Instituto Nacional de Farmacologia, o Infar, em São Paulo. A novidade à qual a cientista se refere chegou com a lei 11.794, sancionada na semana passada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela regulamenta os experimentos com animais no País e cria um comitê de ética para que as cobaias sejam protegidas.

A ideia é garantir condições ideais de higiene nos laboratórios, nota de corte para a validação dos mais variados tipos de pesquisas. “Sempre fizemos pesquisas com animais no Brasil, mas nem todos os laboratórios apresentavam as condições ideais para um experimento seguro”, diz Valderez. Em um experimento para a criação de uma vacina, por exemplo, qualquer descuido na filtragem do ar pode trazer um contágio que altere o resultado da pesquisa. “Por isso renomados pesquisadores brasileiros deixavam o País”, diz ela… (Leia e comente)

GAMES NAVEGAM NO SUCESSO DE REDES SOCIAIS

29/10/2009
farmville

Mais de 60 milhões de pessoas jogam o 'Farmville', aplicativo mais popular do Facebook (Foto: Reprodução)

Veja – Rafael Sbarai

“Plantar, colher e cultivar sua própria fazenda; assumir o papel de um mafioso envolvido em trapaças milionárias; criar receitas e gerenciar o próprio restaurante – tudo isso dentro das redes sociais da internet, fique claro, e com a ajuda dos amigos virtuais. Os chamados social games – jogos que reúnem grupos de participantes – vêm avançando dentro das redes. Dessa forma, esses ambientes ampliam a função original de interação entre usários por meios de mensagens e recados. É o império do lazer.

Os social games avançam a cada dia graças aos objetivos simples de cada jogo: diversão, competição e cooperação entre amigos para alcançar prestigío em um determinado grupo. Eles dependem também do ambiente em que estão disponíveis. “O sucesso de cada game é associado à popularidade do próprio site. Assim, quanto mais amigos jogando, mais interessante se torna o aplicativo, pois há maior possibilidade de competição entre os usuários”, explica Raquel Recuero, pesquisadora e professora do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da Universidade Católica de Pelotas (UCPel)…” (Leia mais e comente a matéria)

COM OS PÉS NA TERRA E OS OLHOS NO CÉU

27/10/2009

livro galileu

“LIVRO TRAZ PANORAMA DO LEGADO DO CIENTISTA
ITALIANO GALILEU GALILEI PARA A ASTRONOMIA”

Ciência Hoje On-line – Raquel Oliveira

“Há 400 anos, o astrônomo e filósofo Galileu Galilei (1564-1642) apresentava ao mundo algo inovador para a época: uma versão melhorada da luneta, que permitiu a observação de objetos celestes com uma nitidez nunca antes obtida. Essa e outras contribuições do cientista italiano para a astronomia são relatadas em As descobertas astronômicas de Galileu Galilei.

Escrita pelo especialista em história da ciência Antonio Augusto Passos Videira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a obra faz parte da coleção Ciência fácil para todos, da editora Vieira & Lent. Como o próprio nome sugere, a meta é explicar ciência em linguagem acessível e sem rodeios. E, ao menos em As descobertas astronômicas de Galileu Galilei, a missão é cumprida.

O livro tem como características a simplicidade e a concisão. Para o público mais ávido, a leitura acaba em uma tarde. Videira procura ser didático nas explicações. Não é necessário ter conhecimento prévio sobre o assunto para entender a importância dos estudos de Galileu para a construção da visão que temos hoje do mundo e do universo…” (Leia mais e comente a matéria)

MOSTRA CONEXÃO SOLIDÁRIA: INCENTIVO À ECONOMIA SOLIDÁRIA

27/10/2009

conexao solidaria

“ENTRE OS DIAS 28 E 31 DE OUTUBRO, A 1ª MOSTRA CONEXÃO SOLIDÁRIA – PROMOVIDA PELA AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO SOLIDÁRIO – APRESENTARÁ PRODUTOS E SERVIÇOS DE COOPERATIVAS E ASSOCIAÇÕES BRASILEIRAS. O EVENTO CONTARÁ, TAMBÉM, COM O 1º SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE COMÉRCIO JUSTO, QUE DISCUTIRÁ AS OPORTUNIDADES
DO BRASIL NA ECONOMIA SOLIDÁRIA”

Planeta Sustentável – Débora Spitzcovsky

“Visando a democratização da economia, o setor da economia solidária diz respeito aos produtos e serviços gerados a partir de negócios autônomos – em cooperativas e associações –, que valorizam o pilar econômico, mas também o social, se preocupando com o bem-estar dos trabalhadores, e o ambiental – respeitando os recursos naturais.

A fim de incentivar esse setor da economia, a ADS – Agência de Desenvolvimento Solidário promoverá, de 28 a 30 de outubro, em São Paulo, a 1ª Mostra Conexão Solidária. Com exposição de produtos e serviços confeccionados e comercializados por trabalhadores autônomos, o evento pretende mostrar aos empresários o valor desse tipo de trabalho – nos setores econômico, ambiental e social – e as técnicas que podem ser usadas para incorporar a economia solidária aos negócios, agregando, assim, responsabilidade social às empresas…” (Leia mais e comente a matéria)

SIM, COMER À NOITE ENGORDA MAIS

27/10/2009

gordinhol

“ESTUDO REVOLUCIONÁRIO MOSTRA QUE O HORÁRIO EM QUE OS ALIMENTOS SÃO INGERIDOS PODE TORNÁ-LOS
MAIS OU MENOS ENGORDATIVOS.”

Superinteressante

“Os cientistas sempre acharam que tanto faz comer de manhã, de tarde ou de noite – afinal, as calorias dos alimentos são sempre as mesmas. Mas um estudo conseguiu provar, pela primeira vez, que comer à noite pode ter consequências diferentes (e piores).

Numa experiência feita por cientistas da Northwestern University, nos EUA, dois grupos de camundongos comeram a mesma ração durante seis semanas. Para o 1º grupo, ela era servida no horário normal. Já os ratos do 2º grupo só eram alimentados no horário errado, em que deveriam estar descansando. Ao final do estudo, haviam ficado 48% mais gordos – muito mais do que os ratos alimentados na hora certa, que tiveram 20% de ganho de peso. Conclusão: por algum motivo, comer à noite engorda mais – mesmo que você ingira os mesmos alimentos que comeria durante o dia…” (Leia mais e comente a matéria)

LIMITAÇÕES NÃO SIGNIFICAM O FIM DO SONHO DE DANÇAR

26/10/2009
A professora e o grupo em ação: momento mágico em que todos se sentem na mais perfeita sintonia

A professora e o grupo em ação: momento mágico em que todos se sentem na mais perfeita sintonia

“PARA A PROFESSORA DAYSE RIBEIRO CANOTILHO, LIMITAÇÕES NÃO SIGNIFICAM O FIM DE UM SONHO. NA PRÁTICA, ELA NÃO SÓ APLICA ESSA LIÇÃO, COMO ESTENDE O APRENDIZADO A OUTRAS PESSOAS QUE, PORTADORAS DE ALGUMA DEFICIÊNCIA FÍSICA, APRIMORARAM TALENTOS E DESENVOLVERAM A ARTE DA SUPERAÇÃO”

Correio Brasiliense – Marcelo Abreu

“Cena 1 — Uma mulher caminha até a estação do metrô da 114 Sul. Lá, espera por uma moça que se locomove em cadeira de rodas. Ela vem de Samambaia. De longe, as duas se veem. O encontro é emocionado. Elas se abraçam. A moça na cadeira de rodas está particularmente feliz. E há motivos para isso. Daqui a uma hora, ela levitará. Voará como um passarinho, mesmo sem sair do lugar.

Cena 2 — A mulher coloca a moça dentro do carro, estacionado ali perto. Desmonta a cadeira, coloca-a no porta-malas e parte. Elas precisam chegar à 313/314 Sul, na Escola Parque. Lá, numa sala com espelhos, a magia vai tomar conta do lugar.

Cena 3 — Perto das 20h, as pessoas começam a chegar. Umas vêm em cadeira de rodas. Outras, andando devagar. Algumas precisam de muletas. Não importa como chegam. Elas vêm. Duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras à noite, todas estão ali. E, mesmo que ninguém imagine,…” (Leia  mais e comente a matéria)

CORPO SEM LIMITES

25/10/2009

mao mecanica

“COMO A CIÊNCIA ESTÁ CONSTRUINDO A NOVA ETAPA DA
EVOLUÇÃO: VAMOS VIVER MAIS, MELHOR E COM
CAPACIDADES SOBRE-HUMANAS”

Galileu

Sem limites
Dean Karnazes vive de desafiar o corpo e a ciência. Já correu 563 km sem parar e diz que pode mais

Dean Karnazes gosta de dizer que é um cara de sorte. Para ele, sua capacidade de correr 563 quilômetros sem parar, enfrentar 50 maratonas em 50 dias seguidos ou suportar 40 graus negativos em um prova no Polo Sul não passa de uma coincidência feliz. “Tenho apenas um bom corpo e uma baita sorte por poder viver dele.” O corredor diz isso com um sorriso que quase convence que ele é um cara comum. “Fui colocado na Terra para correr. Simples assim.”

Mas, por trás dessa aparente simplicidade, esconde-se alguém com uma profunda vontade de ultrapassar os limites humanos. Aos 46 anos, o americano quer saber qual é o máximo que seu corpo suporta. Foi assim, afinal, que ele começou a correr, 16 anos atrás.

No dia em que festejava seus 30 anos, com o organismo lubrificado de tequila, Karnazes teve um estalo: tirar a roupa e sair correndo. Na hora, a ideia pareceu excelente. Vinte quilômetros depois,…” (Leia mais e comente a matéria)

MERGULHE NUMA CULTURA ESTRANGEIRA COM TRABALHO VOLUNTÁRIO

25/10/2009

voluntariado 1

“ALÉM DO APRENDIZADO DE IDIOMAS, O INTERCÂMBIO CULTURAL PERMITE CONCILIAR A VIVÊNCIA NUM PAÍS ESTRANGEIRO COM ATIVIDADES LIGADAS A CRIANÇAS CARENTES, PROJETOS NA ÁREA
DE SAÚDE E DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL”

Época – Aline Moraes

“Quem pretende fazer um intercâmbio no exterior busca, principalmente, conhecer uma nova cultura e aprender ou aprimorar um idioma. Há quem vá atrás dessa experiência de vida cuidando de crianças como au pair, fazendo um curso intensivo de línguas de dia e trabalhando à noite ou cursando o Ensino Médio fora do país. Uma outra modalidade, o trabalho voluntário no exterior, já é bastante tradicional entre norte-americanos e europeus – e agora começa a ser explorada pelas agências de intercâmbio em atividade no Brasil. É uma boa oportunidade para quem quer mergulhar de cabeça em novas culturas, aprender um idioma no dia-a-dia e voltar com a bagagem repleta de auto-realização e crescimento pessoal.

Equador, Peru, África e Índia são alguns dos destinos desse tipo de intercâmbio. Trabalho com crianças carentes, apoio a projetos na área de saúde, educação e preservação da fauna são os principais focos das atividades. Na África do Sul, fazem sucesso os programas para ajudar no cuidado de animais como leões, elefantes e macacos para reintegrá-los ao seu habitat…” (Leia mais e comente a matéria)

CARTAZ VEICULADO NA ESPANHA, POR IMIGRANTES DE LÍNGUA PORTUGUESA

22/10/2009

imigrantes

Recebi por email de um amigo…  (LA)