EFEITO INESPERADO

ESTUDO REVELA QUE EX-FUMANTES TÊM MAIORES CHANCES
DE DESENVOLVER DIABETES TIPO 2

Isto É – Greice Rodrigues

“Parar de fumar melhora o placar contra muitas doenças, especialmente males como infarto, derrame, problemas respiratórios e alguns tumores. Mas o que os médicos não sabiam é que o abandono do vício eleva, a curto prazo, o risco de ter diabetes tipo 2. Foi o que revelou um trabalho recém-divulgado por cientistas de duas universidades americanas, Johns Hopkins e North Carolina, e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. Após observar 10,8 mil pessoas por 17 anos, os especialistas concluíram que aquelas que deixam de fumar têm até 70% mais chance de desenvolver a doença do que as que nunca fumaram. É um risco que se mantém alto nos três primeiros anos de suspensão do cigarro. Depois, cai gradualmente até que, em dez anos, volta a ser igual aos riscos da população não fumante. Os especialistas relacionam o aumento da vulnerabilidade à diabetes dos ex-fumantes à quantidade de cigarros consumidos durante os anos de tabagismo e ao ganho de peso após a interrupção desse hábito. “Identificamos que as pessoas que fumavam mais de 20 cigarros por dia e aquelas que ganharam mais peso depois de parar tiveram maior risco de manifestar a doença”, afirmou à ISTOÉ a médica Hsin-Chieh Yeh, da Universidade Johns Hopkins. O levantamento mostrou que apresentaram tendência acentuada à diabetes os voluntários que ganharam em média quatro quilos e quatro centímetros…” (Leia e comente)

Tags: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: