ERA UMA CASA MUITO ENGRAÇADA

ARTHUR CONHECEU O UNIVERSO PINTADO DE OSWALDO MONETEGRO, GÊNIO PARA UNS, DROGA PARA OUTROS

Trip – Arthur Veríssimo / Fotos Deborah Engel

“Caminho pelo interior do shopping Rio Design observando o vai e vem dos consumidores. Estamos no coração do Leblon (zona sul do Rio), e deslizo pelos corredores até a portaria do flat que faz parte do complexo. Temos um encontro agendado com um dos artistas mais enigmáticos da música popular brasileira.

No 17° andar da torre cilíndrica vive o trovador e menestrel Oswaldo Montenegro. Ao longo da sua carismática carreira, gravou 38 CDs, 15 peças musicais e toneladas de trilhas sonoras para TV, cinema e balé. Sua trajetória remete ao clássico bordão “ame-o ou deixe-o”. Parte da mídia o elogia, e outra o detona. Por muitos anos, ele foi um dos alvos preferenciais do Casseta & Planeta. E ainda deu origem a um maldoso ditado: “Tudo na vida tem um lado bom, menos LP do Oswaldo Montenegro”. Ele leva numa boa. “A consagração do artista é existir entre esses dois polos, a crítica positiva e a negativa. Quando imprimimos a nossa assinatura, terá gente a favor e contra. Para alguns, o que realizo é uma droga. Para outros, o nirvana. Essa é a virtude de uma obra de arte.” (Leia e comente)

Tags: , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: