PEQUENAS UTOPIAS

HORTA NA PRAÇA PARA O POVO

Carta Capital – Milton Nogueira

“Uma horta na praça pode produzir hortaliça, verdura e legume tão orgânicos quanto os da roça e, principalmente, dar diversão e atividade social em áreas urbanas. As cidades brasileiras têm muitas áreas públicas abandonadas, onde poderia haver uma horta comunitária. Prefeituras seriam beneficiadas com preservação da área pública, controle de delinqüência e humanização de comunidades.

Plantada e mantida por vizinhos voluntários, a horta teria trabalho na medida da capacidade e interesse de cada um. Idosos e aposentados iriam fazer algo fora de casa, em comunidade. Famílias teriam divertimento bom, tranqüilo, longe da TV e socialmente ajustado. Cidades alemãs e austríacas, por exemplo, têm quarteirões de jardins e hortas, onde as famílias cultivam hortaliças e flores. Em outros países a horta é plantada nas áreas laterais de ferrovias, obviamente fora da cerca de segurança.

Obtida a permissão de uso da área livre, os vizinhos formariam um conselho para criar princípios gerais de planejar, obter licenças, instalar canteiros,…” (Leia e comente)

Tags: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: