Archive for outubro \29\UTC 2010

USAR :) EM E-MAIL AJUDA A CONSEGUIR EMPREGO? A CIÊNCIA RESPONDE

29/10/2010

Super Interessante – Thiago Perin

“Troca de e-mails com um chefe em potencial. Você quer parecer profissional, mas também quer ser simpático; quer transmitir segurança, mas não quer parecer um chato… E aí surge o ímpeto de enfiar um :) em algum lugar da mensagem. Sabe como é, só para dar um tom menos formal. Será que é uma boa ideia? Bem, depende. Quem diz é um grupo de pesquisadores das universidades da Carolina do Norte e de George Mason, ambas nos EUA, e de Otago, na Nova Zelândia, responsáveis pelo primeiro estudo “a examinar os efeitos do uso de emoticons em um contexto de candidatura a emprego” (na íntegra, aqui).

É sério! Eles fizeram uma série de testes para investigar como o uso de sorrisinhos pode ajudar ou prejudicar o primeiro contato com um talvez-futuro-chefe. E descobriram, em resumo, que os smileys podem, de fato, causar o efeito desejado na hora de transmitir simpatia, “algo particularmente importante para as mulheres, que costumam valorizar relacionamentos profissionais com maior nível de intimidade”. Soa bem, né? Mas, antes de sair distribuindo :) por aí, calma lá. “Candidatos que usam smileys são percebidos como menos competentes e mais fracos em atributos tipicamente masculinos, como independência e liderança”,…” (Leia e comente)

MENINAS INFLAMÁVEIS

28/10/2010

COM DUAS GATAS COMO PROTAGONISTAS, THE RUNAWAYS FALA SOBRE O ESPÍRITO DO ROCK DE VERDADE

Vip – Rodolfo Viana

“O ano é 1975. O Queen lança Bohemian Rhapsody, sua extravagância máxima; o Kiss ataca com Alive!; e o Iron Maiden sai das profundezas do inferno para seus primeiros ensaios. O rock absorve o que há de rebelde e pesado na música, e em pouco tempo surgiria o punk. Rock era coisa de homem, ainda que cheio de pancake, batom e rímel. Foi quando cinco meninas contrariaram o óbvio e criaram uma banda exclusivamente feminina: The Runaways. A mistura de explosão hormonal dos 16 anos com o ápice da loucura do rock’n’roll é o tema do filme que leva o nome do grupo e que sai este mês nos cinemas.

Com Dakota Fanning no papel da vocalista Cherie Currie e Kristen Stewart como a guitarrista Joan Jett, The Runaways conta a história curta e delirante da banda que rompeu com os padrões de uma década, quando garotas no palco eram xingadas…” (Leia e comente)

Assista ao trailer abaixo:


MARIA DE NAZARÉ CORRÊA DA SILVA CONTA COMO ESTÁ ERRADICANDO O ANALFABETISMO NO AMAZONAS

28/10/2010

CONFIRA NA ENTREVISTA COM A PROFESSORA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO AMAZONAS (UEA) DE QUE MANEIRA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES E O COMBATE À EVASÃO TÊM ELEVADO O NÚMERO DE ADULTOS ALFABETIZADOS NO ESTADO

Nova Escola – Paola Gentile

Maria de Nazaré

“Em 2003, 60% dos habitantes do município de Itamarati, distante de Manaus 985 quilômetros por ar e 1.930 por vários rios da região, não sabiam ler nem escrever. Sete anos depois, a cidade recebe o título de Município Livre do Analfabetismo, conferido pelo Ministério da Educação aos que têm menos de 4% de analfabetos. Itamarati, assim como as outras 61 cidades do estado do Amazonas, aderiu ao Programa de Letramento Reescrevendo o Futuro, da Universidade Estadual do Amazonas (UEA), em parceria com a Secretaria do Estado de Educação do Amazonas.

Idealizado e coordenado por Maria de Nazaré Corrêa da Silva, professora da UEA, o Reescrevendo deve encerrar seus trabalhos no início do próximo ano. Até agora, além dos 23 municípios que registram 96% da população alfabetizada, outros 18 já diminuíram essa taxa em 50% e o restante está no caminho. Ao custo de 8 milhões de reais por ano, dividido entre os governos federal, estadual, municipais e a universidade, o programa de letramento ainda está presente em 39 cidades, onde se formarão as últimas turmas. “Os bons resultados se devem à formação de professores para trabalhar com esse público e a ações para combater a evasão”,…” (Leia e comente)

LEVANTE-SE JÁ DA CADEIRA E GANHE ANOS DE VIDA

28/10/2010

ATÉ MESMO PARA QUEM FAZ GINÁSTICA, PERMANECER SENTADO POR PERÍODOS PROLONGADOS AUMENTA DEMAIS O RISCO DE DOENÇAS CARDÍACAS E CÂNCER. É O QUE PODEMOS CHAMAR DE SÍNDROME DA PREGUIÇA — E ELA NÃO É MOLEZA

Saúde É Vital – Adriana Toledo

“Quem faz ginástica e sua a camisa pelo menos três vezes por semana na certa respira aliviado, com a sensação de ter escapado do rótulo de sedentário. Mas agora vem um outro lado da história, mostrando que essa pode ser uma conclusão precipitada. Porque, segundo pesquisadores do American Cancer Society, não basta alcançar essa, digamos, cota semanal de atividade física se, no restante do tempo, a pessoa passa boas horas sentada — seja na frente do computador, empacado no trânsito, seja curtindo uma televisão.

Eles acompanharam nada menos do que 120 mil indivíduos pelo longo período de 14 anos. Ficaram de olho em sua rotina, de acordo com questionários que os participantes preenchiam regularmente. E fizeram observações de cair o queixo: as mulheres que gastam pelo menos seis horas por dia grudadas na cadeira apresentam um risco 37% maior de morrer por uma doença quando comparadas àquelas que não ultrapassam três horas sentadas. Já os homens que vivem sentados têm um risco apenas 17% maior de sofrer de um problema fatal — vai saber o porquê!…” (Leia e comente)

VÍDEO BRASILEIRO ESTÁ ENTRE OS FINALISTAS DE BIENAL DO YOUTUBE

22/10/2010

Veja

“O museu Guggenheim de Nova York anunciou nesta quinta-feira os 25 finalistas da primeira edição da “YouTube Play – Bienal de Vídeo Criativo”, entre os quais está o trabalho “Birds on The Wires”, do brasileiro Jarbas Agnelli.

Os finalistas do concurso, organizado pela fundação nova-iorquina Solomon Guggenheim, saíram de uma seleção de 23 mil vídeos, de 91 países.

A obra do brasileiro Jarbas Agnelli mostra 38 pássaros pousados em cabos de alta tensão. A imagem formada é impressionante. Os cabos representam linhas de partitura, enquanto a distribuição das aves no cenário configura notas musicais, criando uma bela melodia…” (Leia e comente)

Assista ao vídeo


SIMPÓSIO DISCUTE O USO CIENTÍFICO DE PLANTAS MEDICINAIS

11/10/2010

Planeta Sustentável – Mônica Nunes/Débora Spitzcovky

“Os chás já são conhecidos “remédios naturais” da população, mas que espécies da nossa flora podem ser usadas, de forma sustentável, para produzir medicamentos? Essa será a discussão do 5º Simpósio Iberoamericano de Plantas Medicinais, que acontecerá em Santa Catarina, de 18 a 20 de outubro.

O evento reunirá pesquisadores da América Latina e da Península Ibérica, que são especialistas no assunto, e contará com diversas atividades, como palestras e mini-cursos. Entre os temas que serão abordados, estão:
– o controle e a qualidade dos fitoterápicos;
– o cultivo e os métodos de identificação dos princípios ativos naturais;
– as pesquisas feitas para encontrar novos agentes terapêuticos na natureza e
– os desafios do processo de transformação das plantas em medicamentos. (Confira a programação completa no site do evento) …” (Leia e comente)

QUERIDOS E AMADOS!

05/10/2010

Lendo um correio eletrônico que meu amigo Odailton me enviou recentemente, parei para refletir sobre as mudanças que o tempo promove em nossas vidas.

Vocês talvez já conheçam esse texto, pois essas mensagens correm pela rede em grande velocidade e se espalham como que entorpecendo nossas caixas postais.

Estou num período de muito trabalho e pouco tempo para o “Blogue”. Sinto quando não consigo postar reportagens que poderiam proporcionar momentos de paz e boa leitura.

Leiam com atenção e boa reflexão. Logo estarei com vocês diariamente.

Obrigado aos amigos e paraquedistas de plantão!

Luiz Aurélio

__________________________________________________

O PARADOXO DO NOSSO TEMPO

Nós bebemos demais, gastamos sem critérios.
Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores.
Nós amamos raramente, e odiamos freqüentemente.
Aprendemos a sobreviver, mas não a viver.
Adicionamos anos à nossa vida, e não vida aos nossos anos.
Fomos e voltamos à Lua, mas não cruzamos a rua pra encontrar um novo vizinho.

Conquistamos o espaço, mas não o nosso próprio.
Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores.
Limpamos o ar, mas poluímos a alma;
Dominamos o átomo, mas não nosso preconceito;
Escrevemos mais, mas aprendemos menos;
Planejamos mais, mas realizamos menos.

Aprendemos a nos apressar e não, a esperar.
Construímos mais computadores, mas nos comunicamos cada vez menos.

Estamos na era do ‘fast-food’ e da digestão lenta;
Tempo do homem grande de caráter pequeno;
Dos lucros acentuados e relações vazias.

Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados.

Essa é a era das viagens rápidas, fraldas e moral descartáveis. Dos cérebros ocos e das pílulas “mágicas”.

Um momento de muita coisa na vitrine e muito pouco na dispensa.

Uma era que leva essa carta a você, e uma era que te permite dividir essa reflexão ou simplesmente clicar em “delete”.

Lembre-se de passar tempo com as pessoas que ama, pois elas não estarão por aqui para sempre.

Lembre-se dar um abraço carinhoso em seus pais, num amigo, pois não lhe custa um centavo sequer.

Lembre-se de dizer “eu te amo” à sua esposa (o) e às pessoas que ama.

Mas em primeiro lugar, se ame… se ame muito e a Deus sobre todas as coisas.

Um beijo e um abraço curam a dor, quando vêm de lá de dentro.

Por isso, valorize sua família e as pessoas que fazem parte de sua vida.

É POR TUDO ISSO QUE DIGO:
EU TE AMO!

George Carlin