Archive for 16 de novembro de 2010

O PÃO NOSSO DE CADA DIA

16/11/2010

Portal Literal – Obed de Faria Junior

“Estava eu na fila em frente ao balcão da padaria para comprar pão; o que é quase óbvio! Passou-me pela cabeça comprar leite e manteiga também, mas nada disso teria sentido se não fosse pela irresistível necessidade de comer pão.

Enquanto eu, mentalmente, tentava definir quantos pãezinhos seriam necessários para saciar meu fetiche alimentar – além de cogitar o acréscimo de alguns frios para contraporem-se aos pães quentes – notei a dificuldade dos balconistas para se especializarem na secular arte de servir pães.

Uma velhinha, a frente dos demais, já ocupava o seu privilegiado lugar fazia alguns minutos, tentando explicar ao rapazote do outro lado do balcão qual o grau de bronzeamento específico dos pãezinhos que queria levar consigo. Deveriam ser moreninhos, porém não tostados demais; crocantes, porém não duros e… sabe Deus mais o quê!

Na sequência, tomou seu lugar um pós-adolescente – que nada mais é que um rapazinho que já pensa que é homem – que lançou, então, toda a sua sapiência…” (Leia e comente)

Anúncios

É PARA COMER ATÉ A EMBALAGEM

16/11/2010

COMO PLÁSTICOS COMESTÍVEIS E COBERTURAS NUTRITIVAS PODEM CONSERVAR OS ALIMENTOS E TORNÁ-LOS
MAIS SAUDÁVEIS

Época – Francine Lima

“Alimentos pré-lavados, fatiados e embalados são práticos, mas costumam trazer dois inconvenientes no pacote: mais plástico no lixo e um prazo de validade menor. Logo, geram desperdício. E se fosse possível encontrar frutas e hortaliças atraentes para o consumo por mais tempo, sem alteração em suas qualidades nutricionais e sem embalagens poluentes? É o que algumas empresas estrangeiras e vários laboratórios de pesquisa no Brasil estão providenciando.

Nos Estados Unidos, já é possível comprar maçãs em pedaços que não ficam marrons por 20 dias. O segredo é uma cobertura invisível, sem gosto e sem cheiro, que retarda o processo de maturação e mantém as características da fruta, inclusive o sabor e o teor de vitaminas. Trata-se, segundo a fabricante Nature Seal, de uma mistura de vitaminas e sais minerais que, aplicada à superfície das frutas e hortaliças, inibe a oxidação das enzimas…” (Leia e comente)