Archive for janeiro \11\UTC 2012

LÂMPADA WAKAWAKA LEVARÁ LUZ A REGIÕES POBRES

11/01/2012

Superinteressante – Marina Franco

“Mais uma boa ideia acaba de sair do papel para beneficiar comunidades de regiões pobres de todo o mundo, onde a eletricidade, em pleno 2012, ainda não chegou. Trata-se da lâmpada WakaWaka, nome inspirado na música tema da última Copa do Mundo, This Time for Africa, da Shakira, e que na língua africana suaíli quer dizer “brilhar”.
Compacta e de baixo custo, a WakaWaka tem uma placa fotovoltaica para captar a energia do Sol e diodos emissores de luz, o famoso LED, para iluminar. Como mostra o vídeo abaixo, ela pode ser acoplada a uma garrafa PET e, assim, substituir os lampiões de querosene, comumente usado em regiões de vulnerabilidade social, mas que são tóxicos e podem causar asfixias, além de incêndios e explosões.
Além de mais segura, a WakaWaka é econômica. Ela deverá custar menos de US$ 10, o equivalente aos gastos de dois a três meses com querosene. Segundo a empresa WakaWaka Shine Bright*, que conseguiu realizar seu projeto através da plataforma de financiamento…” (Leia e comente)

Assista ao vídeo abaixo:

MELHORE SUA VIDA COM UMA ATITUDE DE GRATIDÃO

11/01/2012

A VIDA É BEM MELHOR PARA QUEM SABE
AGRADECER PELO QUE TEM.

Seleções – David Hochman

“No primeiro dia do Mês da Gratidão que estipulei para mim mesmo, o meu filho de 5 anos acordou “entediado” às 5h15 da manhã, vi uma multa por excesso de velocidade na bolsa da minha mulher e o aquecedor deu o último suspiro na hora em que entrei no banho. Em geral, eu começaria a resmungar e o dia teria um péssimo início. Mas aquele dia foi diferente. Como são lindas as covinhas do meu filho, mesmo nessa hora infeliz. Como é encantador o espírito aventureiro da minha mulher. Faltam apenas 29 dias.

Uma semana antes, enquanto brigava com a sensação de que viera ao mundo para encher e esvaziar a lavadora de pratos, decidi que já era hora de dar fim aos resmungos automáticos. Mas não eram apenas as pequenas coisas que me atormentavam. De repente, os meus amigos vinham enfrentando adversidades: câncer, divórcio, demissão. Eu não deveria comemorar minha relativa boa sorte?

Já ouvira falar do benefício da gratidão. O que não entendia direito era como passar da rabugice à alegria transbordante. Em busca de dicas, liguei para Robert A. Emmons, professor da Universidade da Califórnia, pioneiro na pesquisa sobre os benefícios do pensamento positivo. Emmons citou novos estudos que indicam que basta fingir estar grato…” (Leia e comente)

PÃO: UMA FORNADA DE SAÚDE

11/01/2012

ELE GANHOU NOVOS INGREDIENTES, QUE AFASTAM AMEAÇAS COMO A OBESIDADE. APROVEITE PARA DEGUSTAR SETE RECEITAS ASSINADAS POR GRANDES EXPERTS COM A MÃO NA MASSA

Saúde – Fábio de Oliveira e Regina Célia Pereira

“Historiadores relatam que na Idade Média, entre os séculos 5 e 15, o pão simbolizava status. Mas, enquanto a nobreza se deliciava com receitas à base de farinha branca, aos plebeus restava a versão integral. Passadas centenas e centenas de anos — e após a comprovação de benefícios em dezenas de pesquisas —, o que se vê é a valorização dos ingredientes recusados pela elite daquela época. Ironia: o alimento dos pobres seria o mais nobre. Hoje é possível achar pães com até 14 grãos.

À massa de trigo, foram incorporados a aveia, a linhaça, a quinua, o centeio, a castanha- do-pará, a cevada e outros itens, alguns no mínimo inusitados, caso do badalado grão de chia, sem falar do prosaico feijão. “No caso, apostamos no feijão-branco, porque seu gosto e sua coloração são menos marcantes do que os de outras variedades”, conta a bioquímica Renata Ramos, da Universidade do Vale dos Sinos, no interior do Rio Grande do Sul. A professora e o chef Alexandre Baggio desenvolveram um pão com maior percentual de proteína e fibras. “Essa soma de nutrientes prolonga a saciedade e, por isso, contribui para o controle do peso”,…” (Leia e comente)