UM NATAL BRASILEIRO

454811

Contos, Crônicas e Poesias por Regina Gois de Mello

Lá vem a menina e a mãe.

A mãe vem sempre à frente.

O vento sopra quente.

O Sol já está indo para o poente.

O suor escorre pelo rosto,

e desce pelo corpo dessa gente.

___________________________

A mãe se abaixa e apanha lenha.

A menina recolhe varinha.

De varinha, em varinha,

monta também seu feixe.

Pobre também tem fantasias.

sonham em assar um peixe.

___________________________

Não podem voltar de mãos vazias,

carregando só esperança por hora,

a menina vem contente,

sabe que no Natal tudo é diferente.

Pensa em seus irmãos inocentes,

quem sabe em nossa mesa vai ter algo quente.

___________________________

Nas fazendas todos estão a comemorar,

dá para sentir o cheiro de assados no ar.

na cabeça o feixe de lenha a pesar,

no rosto, gotas gordas, teimam em rolar,

rolam até sua boca alcançar,

e o gosto salgado da vida só vem aguçar.

___________________________

A mãe para e se vira de repente,

então a menina se põe a pensar:

Hoje é natal, por que seu olhar não está contente?

Impaciente, a mãe joga seu feixe pelo ar.

Dói, mas é preciso falar: Não adianta lenha apanhar,

em casa não tem o que cozinhar.

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: