Archive for the ‘Comportamento’ Category

O FUTURO DO EMPREGO

09/12/2016

97373696

Planeta por Renata Valério de Mesquita

O MERCADO DE TRABALHO DA FORMA COMO CONHECEMOS ESTÁ EM PLENA MUTAÇÃO. AO MESMO TEMPO QUE AS NOVAS TECNOLOGIAS AMEAÇAM MUITAS VAGAS, TAMBÉM CRIAM OUTRAS; E OS PRÓPRIOS PROFISSIONAIS JÁ NÃO QUEREM MAIS O ESTILO DE
VIDA DAS GERAÇÕES ANTERIORES

….“O pagamento por hora – ‘bunda-cadeira’, como eu chamo – tende a ir se extinguindo e os trabalhadores passarão a ser mais cobrados e remunerados pelos resultados que gerarem no seu dia a dia”, afirma Caroline Batista, especialista em auto­liderança, uma categoria de coaching que nasceu em função da nova… Continue lendo

Relacionado:  sem crachá, sem salário, com propósito

FICOU CARO SER CORRUPTO? COMO OPERAÇÕES DA PF E DO MP ESTÃO MUDANDO COMPORTAMENTO DE EMPRESAS BRASILEIRAS

08/12/2016

money

BBC Brasil por Luís Bulcão Pinheiro

OPERAÇÕES COMO LAVA JATO E ZELOTES TÊM EXPOSTO NÃO SÓ A CLASSE POLÍTICA COMO TAMBÉM AS GRANDES EMPRESAS DO PAÍS.

….Até pouco tempo, antes de virem à tona as grandes operações como Lava Jato e Zelotes, a corrupção parecia ser um bom negócio no Brasil.

Muitas vezes, a obtenção de um alvará ou de uma licença poderia sair mais em conta ou demorar menos tempo por meios escusos.

A corrupção também ajudava a aumentar a previsibilidade de um empreendimento, ganhar tempo e encontrar atalhos para driblar a burocracia. No balanço final, os meios ilegais poderiam representar uma economia real para uma empresa.

Além disso, atuar fora da conformidade das leis também era visto como vantagem… Continue lendo

SOBRE A AUTOSSABOTAGEM: POR QUE NOS BLOQUEAMOS PARA A REAL FELICIDADE?

24/11/2016

tumblr_lg88s43lk21qagxcoo1_500-jpgw584

Revista Você S/A por The School of Life

A AUTOSSABOTAGEM PODE NOS DEIXAR TRISTES, MAS PELO MENOS SEGURA E ABENÇOADAMENTE NO CONTROLE.

É normal esperar que sempre – e quase por natureza – corramos atrás de nossa própria felicidade, especialmente em duas grandes áreas de possível satisfação: relacionamentos e carreiras. Então, é estranho e um tanto enervante descobrir que alguns de nós frequentemente parecemos agir como se estivéssemos deliberadamente decididos a arruinar nossas chances de conseguir aquilo que, aparentemente, fomos convencidos a perseguir.
Ao sair para encontros com pretendentes que soam bons, podemos, repentinamente, começar a ter um comportamento… Continue lendo

EFEITO LAVA-JATO FAZ GRUPOS COBRAREM BOM USO DO DINHEIRO PÚBLICO

07/11/2016

voluntario

Exame por Leo Branco

O COMBATE A ESCÂNDALOS E ROMBOS EM ORÇAMENTOS BRASIL AFORA ESTÃO ABRINDO ESPAÇO PARA GRUPOS DE VOLUNTÁRIOS COBRAREM MELHORIAS NA GESTÃO ECONÔMICA DO PAÍS

São Paulo — Em Paranaguá, cidade de 133 000 habitantes localizada no litoral paranaense, uma licitação chamou a atenção dos moradores em janeiro de 2015. A prefeitura pretendia gastar 10 milhões de reais, 2% do orçamento anual da cidade, na compra de 3,1 milhões de rolos de papel higiênico e outros itens para as repartições públicas. Se tudo isso fosse distribuído à população local, cada morador levaria 23 rolos de papel higiênico para casa.

“Era um verdadeiro absurdo”, diz o contador Everaldo Bonsenhor, morador de Paranaguá. O problema só foi identificado porque, três meses antes,… Continue lendo

A MEMÉTICA E A ERA DA PÓS-VERDADE

04/11/2016

faces-emocoes-copia

Revista Cult por Ivana Bentes

ESTAMOS VENDO A RESSACA DE UM DESSES PROCESSOS DE MEMETIZAÇÃO: A DEMONIZAÇÃO, CRIMINALIZAÇÃO E DESQUALIFICAÇÃO DAS ESQUERDAS NO BRASIL E NO MUNDO

Entramos na era da pós-verdade e do pós-fato, em que a verdade não é falsificada, ou contestada, mas de importância secundária. A campanha de Donald Trump nos Estados Unidos, a popularização dos enunciados criacionistas e da cura gay anunciados pelos parlamentares-pastores no Brasil, a campanha jurídico-midiática que produziu o impeachment, o repertório memético da direita e da esquerda, transformam questões complexas em evidências instantâneas, em sentimentos, preconceitos, caricaturas que podem ter apenas um efeito irônico e cômico ou podem, em uma campanha política ou de difamação, serem devastadores e destruir reputações, campos e a credibilidade… Continue lendo

E SE A GAROTADA EXAGERAR NOS ELETRÔNICOS?

03/11/2016

family-tech-1

Revista Ana Maria por Luciana Bugni

APRENDA A CONTROLAR O USO DE TABLETS E CELULARES, E EVITE AS CONSEQUÊNCIAS DESSE ABUSO NO FUTURO

Você usa demais os eletrônicos ou sabe dosar o tempo que fica no celular? Antes de responder, aqui vai um dado: as pessoas acreditam que gastam metade do tempo que efetivamente passam com tablets, smartphones e computadores. Ou seja, achamos que o mundo digital está muito menos presente em nossa vida do que realmente está. “Se nem mesmo nós sabemos dimensionar a representatividade da tecnologia, como poderemos acompanhar nossos filhos?”, questiona Paulo Crepaldi, especialista em estudo do comportamento… Continue lendo

MOMENTO DE COMER, CELEBRAR…COMPARTILHAR

01/11/2016

Friends cooking spaghetti and meat in domestic kitchen

Bons Fluídos por Rafael Tonon

É EM VOLTA DA MESA QUE REITERAMOS E MANTEMOS ACESOS NOSSOS LAÇOS SOCIAIS E AFETIVOS E FESTEJAMOS A REFEIÇÃO NOSSA DE CADA DIA. RESGATAMOS ESSE PRAZER DE, AO DIVIDIR “O PÃO”, MULTIPLICAR O AFETO

Antes de qualquer coisa, é bem verdade que, para fruir algo vindo da alma é preciso ter corpo. Dessa relação, a gente não escapa. Comer é uma necessidade, um dos
instintos mais básicos da humanidade. Sentimos fome. E somos motivados a aplacá-la de uma forma ou de outra… Continue lendo

CYBERBULLYING: UMA AMEAÇA DIGITAL

27/10/2016

cyber-bullying

Revista Galileu

COM A INTERNET, O BULLYING GANHOU FORÇA NO MUNDO VIRTUAL, MAS SUAS CONSEQUÊNCIAS AFETAM – E MUITO – A VIDA REAL. SAIBA COMO DENUNCIAR E ENTENDA QUAIS PRECAUÇÕES TOMAR PARA SE PROTEGER

Você recebe uma foto constrangedora de um colega e, sem pensar, compartilha com os amigos. Alguém faz uma piada com outro amigo no Facebook, e você não vê problema em curtir, comentar e repercutir. A “zoeira” não tem limites, né?

Por trás de brincadeiras aparentemente inocentes, pode haver um comportamento social perverso. Quando os envolvidos são jovens e crianças, o problema aumenta. As agressões podem trazer consequências irreversíveis para seu desenvolvimento e, em casos extremos, levar ao suicídio. Continue lendo…

MORAR SÓ POR PRAZER

28/06/2012

O NÚMERO DE RESIDÊNCIAS HABITADAS POR UMA ÚNICA PESSOA ESTÁ AUMENTANDO VELOZMENTE NO BRASIL E NO MUNDO. MORAR SOZINHO É UM LUXO QUE TEM POUCO A VER COM SOLIDÃO E SEGUE UMA TENDÊNCIA GENERALIZADA EM PAÍSES DESENVOLVIDOS. CADA VEZ MAIS GENTE BATALHA PARA CONQUISTAR O SEU ESPAÇO INDIVIDUAL

Revista Planeta – Renata Valério de Mesquita

“Há quem diga que é coisa de eremita ou então puro egoísmo, típico da “era moderna”. Chega-se até a falar na “ruína da família” e no “fim do convívio em comunidade”. Entretanto, o crescimento no número de casas habitadas por uma só pessoa, no Brasil e no mundo, não significa necessariamente isso. A única realidade que a tendência reflete, sem deixar margem a dúvidas, é a prosperidade econômica da população. “Esse é um luxo a que só as classes média e alta podem se dar. Nas classes mais baixas a configuração é outra: as famílias são mais extensas, as mães, mais jovens, e as avós ajudam na criação das crianças”, afirma a psicanalista Junia de Vilhena, estudiosa do tema.

No Brasil, a “família unipessoal”, segundo os critérios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é a modalidade de moradia que mais cresceu nas últimas duas décadas. O censo de 2010 revelou que 12,1% (6,98 milhões) do total de residências no país são unipessoais. Há 20 anos, eram apenas 6,5%…” (Leia e comente)

VOTA EM MIM, PORRA

15/06/2012

PAULO CÉSAR PERÉIO SE CANDIDATA A VEREADOR EM SÃO PAULO E DECLARA GUERRA AOS CARROS

Revista Trip  – Olivia Nachle

“O ator Paulo César Peréio, a lenda, anunciou que vai se candidatar a vereador nas eleições deste ano, pelo PSB de são Paulo. e isso não é tudo: sua principal plataforma será proibir o trânsito de carros na capital. Pobre indústria automobilística, que agora  tem um inimigo da envergadura de peréio…

Trip – Você disse que a primeira coisa que vai fazer, se eleito, é lutar pela proibição de carros em São Paulo. Como pretende fazer isso?
Peréio – O que eu quero é proibir automóveis de circular na cidade. É preciso recuperar o chão da cidade de São Paulo. A cidade não tem chão. A pessoa sai de casa, pega o elevador, entra no seu automóvel, entra numa garagem, sobe de elevador… Tem gente que mora em Alphaville que vem de helicóptero pra São Paulo! Você já viu como tem heliporto em São Paulo? Não precisa parar de fabricar automóvel, pode fazer quantos quiser, só que não pode andar na cidade! Evidentemente, isso não inclui táxi, ônibus ou motocicleta.

E como vai ser o Peréio vereador?
Eu pretendo representar o cidadão paulistano, melhorar um pouco a cidade. Tem muita gente que demora três horas pra ir para o trabalho e outras três pra voltar. Vou propor um transporte de massa mais eficiente. Tem o metrô, mas tá superlotado…” (Leia e comente)