Archive for the ‘Economia’ Category

EVOLUÇÃO REVOLUCIONÁRIA

10/12/2016

mobile apps concept

Você S/A por  Luiz Carlos Cabrera

ANTES, DISCUTÍAMOS SE AS EMPRESAS ESTAVAM PASSANDO POR UMA EVOLUÇÃO OU POR UMA REVOLUÇÃO. HOJE, AS EMPRESAS ESTÃO CORRENDO O RISCO DE DESAPARECER EM POUCOS ANOS.

Na verdade, eu queria denominar este artigo de “Disruptura!”. Mas essa palavra não existe na língua portuguesa. To disrupt, em inglês, quer dizer interromper, perturbar, desconcertar. É o que está acontecendo quando pensamos no futuro das empresas. Por muito tempo, discutimos se as empresas estavam passando por uma evolução ou por uma revolução. Hoje, é muito mais grave…. Continue lendo

OLIMPÍADA E IMPEACHMENT MELHORAM IMAGEM INTERNACIONAL DO BRASIL, DIZ ESTUDO

06/11/2016

world-environment-day-graphics-86

UOL Notícias – Blog do Brasilianismo por Daniel Buarque

A edição mais recente do estudo I See Brazil, que avalia regularmente a abordagem da imprensa internacional a respeito da imagem do Brasil, diz que o país começou a recuperar sua reputação no terceiro trimestre desse ano.

Segundo o relatório divulgado nesta semana, a Olimpíada, o fim do processo de impeachment e a leve melhora nos índices econômicos ajudaram a mudar a tendência anterior, que havia levado o país a… Continue lendo

MONICA DE BOLLE: ESTÁ NA HORA DE LEVAR A PEC PARA O BAR

01/11/2016

monica-de-bolle1-644x330

Época Negócios

A ECONOMISTA ESTÁ LANÇANDO O LIVRO “COMO MATAR A BORBOLETA AZUL”, EM QUE REPASSA A ERA DILMA PARA MOSTRAR EM QUE PONTO A ECONOMIA COMEÇOU A DAR ERRADO

Em  uma das passagens do livro “Como matar a borboleta azul: uma crônica da era Dilma”, a economista Monica de Bolle pega carona na premissa do filme “Meia-noite em Paris”, do cineasta americano Woody Allen, para ilustrar uma viagem no tempo da então presidente Dilma Rousseff. Sai o Peugeot 184 Landaulet, entra uma Romiseta que leva Dilma até a década de 1970, onde se inspira nas políticas de campeões nacionais… Continue lendo

CINEASTA CANADENSE VAI LEVAR DISCUSSÃO SOBRE BELO MONTE AO CONGRESSO AMERICANO

13/04/2010

“ESTÁ TUDO CONECTADO, ESTAMOS TODOS NO MESMO PLANETA”, RESSALTA JAMES CAMERON”

Correio Brasiliense

“O cineasta canadense James Cameron garantiu nesta segunda-feira (12/4) que vai conversar com congressistas dos Estados Unidos sobre as consequências para o meio ambiente da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). O diretor do filme Avatar participou de uma manifestação liderada por organizações sociais brasileiras contra a realização do leilão da usina, marcado para o dia 20 de abril.

Cameron explicou que os reservatórios das hidrelétricas inundam as florestas e geram gás metano, um dos principais responsáveis pelo efeito estufa, que atinge todo o planeta. “Washington deve estar interessado, porque não é um problema apenas do Brasil, é um problema internacional”, ressaltou…” (Leia e comente)

POBREZA NO BRASIL CAI MAIS RÁPIDO DO QUE DESIGUALDADE DE RENDA

18/01/2010

APESAR DE DIMINUIÇÃO DA POBREZA, DESIGUALDADE
CAI POUCO, MOSTRA IPEA

Fundação Lauro Campos – Bruno Bocchini

“Apesar de obter bons resultados na redução da pobreza no país, o Brasil não tem conseguido enfrentar com eficiência a desigualdade de renda.

Dados divulgados hoje (12) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostram que a desigualdade caiu 0,6% nos últimos cinco anos (2004-2008), enquanto a pobreza extrema decresceu 1,8%, e a pobreza absoluta, 3,1%. (São considerados pobres extremos aqueles que recebem até 25% de um salário mínimo por mês, enquanto os pobres absolutos dispõem mensalmente de até 50% de um salário mínimo.)

“A pobreza é um fenômeno que permite ser enfrentado com crescimento econômico e com medidas de transferência de renda. No caso da desigualdade, ela não se reverte apenas com esse tipo de ação. Ela exige ações mais sofisticadas, que dizem respeito a redistribuição da própria riqueza gerada. Portanto, passa por políticas de tributação e não só políticas de gastos e despesas sociais”, explica o presidente do Ipea, Marcio Pochmann.

De acordo com o Ipea, se o país mantiver, nos próximos seis anos, o mesmo ritmo de queda da pobreza e da desigualdade observados nos últimos cinco anos, o Brasil terá, em 2016, uma taxa de pobreza extrema de 0% (em 2008 era de 10,5%), e de pobreza absoluta de 4% (em 2008 era de 28,8%)…” (Leia e comente)

BRAZIL CAMINHA PARA SE TORNAR ‘PETROPOTÊNCIA’, DIZ ‘WASHINGTON POST’

07/12/2009

UMA REPORTAGEM PUBLICADA NESTA SEGUNDA-FEIRA NO JORNAL AMERICANO WASHINGTON POST AFIRMA QUE O BRASIL SE ENCAMINHA PARA SE TORNAR UMA “PETROPOTÊNCIA”.

BBC Brasil

“Intitulado “Brasil se prepara para extração maciça de petróleo”, o artigo faz, no entanto, a ressalva de que os desafios envolvendo o desenvolvimento do pré-sal são tão gigantescos quanto a tarefa em si.

“Tudo neste estaleiro é colossal”, escreve o repórter, durante uma visita a uma das infraestruturas da Petrobras em Angra dos Reis, no Estado do Rio de Janeiro. “Os 4 mil trabalhadores, os bilhões aplicados em custos de capital, as plataformas com altura de um prédio de dez andares inconclusas.”

“Assim também é o desafio que enfrenta a estatal brasileira de energia, a Petrobras: desenvolver um grupo de campos de petróleo recém-descobertos em mar profundo que, segundo analistas de energia, catapultarão o país para o ranking das petropotências.”

A reportagem cita estimativas da Petrobras, de que o país poderia chegar a 2020 com uma produção de 3,9 milhões de barris de petróleo por dia, praticamente o dobro do volume de 2 milhões de barris atualmente…” (Leia e comente)

ANALISE DA SEMANA DE 12 DE SETEMBRO

14/09/2009

economia boa

O Brasil Que Dá Certo

“Agora é oficial a informação que demos semana passada que o Brasil cresceu 7,6% no segundo trimestre.

Taxa espetacular sem dúvida, e explica porque Henrique Meirelles, presidente do Banco Central, não  recomendou nova redução na taxa de juros, para 8,25%, conforme era esperado pelo Itaú.

Somente a Globo noticiou este crescimento de 7,6%, anualizado.

A maioria dos jornais se manteve aos 1,9% de crescimento no trimestre, seguindo a formula de somente anualizar dados negativos para baixo ( “queda do PIB de 6% nos Estados Unidos” ) mas não quando os dados são positivos e para cima…” (Leia mais e comente a matéria)

O BRASIL DEIXOU DE SER PARTE DO RESTO DO MUNDO

04/08/2009

economia

Isto É Dinheiro – Hugo Cilo

“O mexicano Humberto Gómez Rojo, presidente da Bridgestone Firestone do Brasil, conhece como poucos a economia da América Latina. Há quase três décadas vive rotinas distintas no continente. Comandou subsidiárias da maior fabricante de pneus do mundo no México, na Venezuela e Costa Rica. Há dois anos em território brasileiro, e com essa experiência na bagagem, achou que já tinha visto de tudo. Quase tudo. O surpreendente desempenho do Brasil na crise e os recordes do setor automotivo ensinaram a ele algo novo: “Vi que o Brasil mudou rápido de lado. O País deixou de fazer parte do ‘resto do mundo’, dos países atrasados”, disse ele à DINHEIRO, da fábrica de Santo André (SP), a maior da companhia fora do Japão…” (Leia mais)

AS BOAS NOTÍCIAS DA SEMANA

02/08/2009

boas economicas

O Brasil Que Dá Certo

“…Ibovespa recupera oso 52.000 pontos de Setembro de 2008, e deve fechar o ano com 60.000. Prejuízo de -15% para aqueles de seguiram os conselhos do catastrofistas. Roubini, mesmo assim, passa a ser colunista economico no Brasil. Parabéns Roubini, você conseguiu o que eu não consequi em 30 anos de previsões feitas, a maioria corretas…” (Leia mais)

O BRASILEIRO E A INJUSTIÇA TRIBUTÁRIA

02/07/2009

injustiçaJB Online

“…quem paga e como se gasta no Brasil, famílias com renda mensal de até dois salários mínimos trabalham 197 dias para pagar tributos, com uma carga tributária bruta de 53,9%. Por outro lado, aquelas com renda acima de R$ 13 mil mensais precisam de 106 dias (ou três meses a menos), com uma carga tributária estimada em 29%. O estudo engloba todos os impostos, inclusive os embutidos no preço final de mercadorias e serviços, como o IPI e o ICMS… (Leia mais)