Archive for the ‘Esporte’ Category

LEITOR RECRIA A CARREIRA DE AYRTON SENNA

23/05/2012

COMO SERIA SE SENNA TIVESSE SOBREVIVIDO AO ACIDENTE? LEITOR CRIA O QUE SE SEGUIU APÓS O GP DE ÍMOLA, EM 1994

Alfa – Fernando Cruz

“Ayrton Senna sai em frente em Tamburello e imobiliza-se na pista. Após alguns instantes de temor eis que o piloto se mexe e atira o volante partido de forma violenta, saíndo em fúria de dentro do seu Williams destroçado. Meio atordoado, já nem pensa mais no campeonato e só consegue sentir-se de regresso à vida, depois de ter visto a morte a aproximar-se a cerca de 250 Km./h. Não fala com ninguém e abandona o circuito quase sem dar explicações na boxe da Williams. O seu primeiro pensamento é abandonar de imediato a competição, não deixando de pensar na conversa que tivera na véspera com o Professor Syd Watkins, na sequência do trágico acidente de Roland Ratzenberger.

Só na sua casa do Algarve, junto da namorada, encontra algum conforto e consegue finalmente repousar. Mais uns dias e está recuperado, pronto para uma luta que agora ficou mais difícil do que nunca, pois está já a 30 pontos do alemão. Duas coisas o preocupam: em primeiro lugar há que melhorar a segurança…” (Leia e comente)

Anúncios

UNIVERSITÁRIO CRIA PRANCHA DE SURF DE BAMBU

12/05/2010

BIODEGRÁVEL, MAIS RESISTENTE E MAIS BARATO, O BAMBU SUBSTITUIU O POLIURETANO NO PROJETO DE ESTUDANTE E DEIXA OS SURFISTAS MAIS PRÓXIMOS DAS CAUSAS ECOLÓGICAS

Galileu

“Móveis, utensílios de cozinha e até guitarras já estão sendo fabricados usando o bambu como matéria prima. O aluno de Desenho Industrial da Universidade do Estado de Santa Catarina, Bruno Corrêa de Araújo, seguiu a tendência e criou, com a ajuda de Tiago Matulja, da Flora Ecoboards, uma prancha de surf que pretende ser ecológica, utilizando bambu laminado e resinas naturais.

O projeto, apresentado por Bruno como Trabalho de Conclusão de Curso, possui a intenção de ser mais sustentável, já que as pranchas convencionais, na maioria das vezes, são feitas de poliuretano, um plástico que demora séculos para se desfazer no meio ambiente. O bambu, por outro lado, é biodegradável,…” (Leia e comente)

BOTAFOGO ACABA COM O TABU, VENCE O FLAMENGO E É CAMPEÃO CARIOCA

18/04/2010

COM DOIS GOLS DE PÊNALTI, ALVINEGRO SUPERA O TRAUMA EM DECISÕES CONTRA O RUBRO-NEGRO E CONQUISTA
O 19º TÍTULO ESTADUAL

G1 – Thiago Lavinas

“Depois de três anos de espera e decepção, o torcedor alvinegro pode soltar com toda a força o grito: o Botafogo é o campeão do Campeonato Carioca de 2010. Um título incontestável e, o melhor, em cima do grande rival: o Flamengo. Com a vitória por 2 a 1, neste domingo, no Maracanã, o Alvinegro conquistou a Taça Rio. E como também já havia ganho a Taça Guanabara levanta o troféu sem a necessidade de uma final. A última vez que um clube venceu os dois turnos do Estadual foi em 1998, com o Vasco (assista aos melhores momentos no vídeo ao lado).

A vitória veio com dois gols de pênaltis. E dos dois artilheiros. Herrera e El Loco Abreu cobraram muito bem, sem chance para o goleiro Bruno, conhecido por ser um grande pegador de penalidades. Vagner Love, que termina como artilheiro do Campeonato Carioca com 15 gols, descontou. Foi uma partida nervosa, com 15 cartões amarelos e duas expulsões…” (Leia e comente)

CARISMA, VITÓRIAS E MORTE FORMAM ELEMENTOS NA CRIAÇÃO DO MITO SENNA

21/03/2010

DE ACORDO COM JORNALISTAS QUE ACOMPANHARAM A CARREIRA DE AYRTON SENNA, A IDOLATRIA EM TORNO DELE SE PERPETUOU GRAÇAS A UMA SÉRIE DE ELEMENTOS. DESDE O TALENTO
NATO ATÉ A MORTE TRÁGICA E AO VIVO

Warm Up – Luana Marino

“Dentre todos os ídolos que o Brasil teve no esporte ao longo da história, como Ronaldinho, Romário e Pelé no futebol, César Cielo na natação e Gustavo Kuerten no tênis, nenhum marcou tanto quanto Ayrton Senna. Mesmo depois de 16 anos da sua morte, a imagem do brasileiro carregando a bandeira após as vitórias, bem como a forma com a qual ele tomava o banho de champanhe no pódio ainda são lembradas com muito saudosismo pelos fãs. Mais que isso: todos os movimentos e frases ditas por Senna foram eternizadas após aquele trágico fim de semana em San Marino. Mas a construção do mito Ayrton Senna é algo que vai além do indiscutível talento que o brasileiro tinha para pilotar.

Para se entender tal idolatria em torno de Senna, é necessário avaliar alguns pontos separadamente. No entanto, uma coisa é clara e unânime entre jornalistas especializados que acompanharam a carreira do piloto: Senna não seria um dos principais ídolos do esporte mundial se não tivesse resultados, não fosse bom e, acima de tudo, se não vencesse. “Não fosse isso, não haveria marketing no mundo capaz de transformá-lo num ídolo”, afirmou Flavio Gomes, jornalista do site Grande Prêmio, dos canais ESPN de rádio e de TV e da rede “Bom Dia” de jornais…” (Leia e comente)

Instituto Ayrton Senna faz homenagem aos 50 anos do piloto

DEPOIS DE CONVERSA COM JOBSON, ESTEVAM RESSALTA IMPORTÂNCIA DE AJUDAR ATACANTE

21/01/2010

TODOS MERECEM UMA SEGUNDA CHANCE

TÉCNICO DIZ QUE JOGADOR ESTAVA EM ‘ESTADO DE CHOQUE’ AO CHEGAR A GENERAL SEVERIANO APÓS CONDENAÇÃO
POR USO DE COCAÍNA

Globo.com – Gustavo Rotstein

“Depois de receber a condenação de dois anos de suspensão por uso de cocaína, na noite da última terça-feira, Jobson foi a General Severiano, onde recebeu o apoio dos ex-companheiros de Botafogo. Embora tenha recusado o convite de se juntar ao grupo na última refeição do dia, o atacante conversou com algumas pessoas, uma delas o técnico Estevam Soares, que mostrou-se solidário com o drama vivido pelo atacante, que no tribunal admitiu ter consumido crack.

– Quando ele chegou à minha sala, estava em estado de choque. Acho que não quis participar da refeição conosco por sentir-se constrangido diante dos jogadores que não conhecia. Mas disse a ele que tivesse fé e força, pois daqui a algum tempo nós vamos rir de tudo o que está acontecendo. Todos nós somos passíveis a erros e acertos, e o mais importante é incentivar o Jobson para que ele enfrente este momento. Será preciso confiança e cabeça tranqüila – disse.

Mais tarde, em entrevista ao “Arena SporTV”, Estevam propôs que os clubes e os profissionais do futebol repensem a responsabilidade que têm com os atletas…” (Leia e comente)

QUENIANOS MUTANTES?

26/06/2009

OLY-2008-ATHLETICS-MARATHON

Ciência Hoje – Franklin Rumjanek

“…ao observar que os atletas quenianos são os que mais vitórias alcançam, atualmente, nas maratonas, a explicação passa de imediato para o âmbito da genética. Essa noção parece tão arraigada que quase atinge o status de verdade incontestável. As pessoas costumam colocar os maratonistas vencedores em uma categoria definida frouxamente como ‘negros de pernas finas’. Assim, se um queniano se inscreve em uma maratona, é a priori considerado forte candidato à vitória,…” (Leia mais)

ROCK N’ ROLL E F1

09/06/2009

Diariamente vejo a MTV com meus filhos. A Amanda não curte muito, mais a companhia do pai vale o sacrifício. Ontem, não foi diferente. Quando ligamos a TV, passava um vídeo do George Harrison, cantando “Faster”. Fiquei impressionado com a imagem de carros robustos, Ferrari, Ligier entre outros. A Tyrrell de 6 rodas. Não lembrava desse carro correndo, ultrapassando, foi realmente um espetáculo.
Sempre soube, que o “Beatle” era fã de automobilismo e o vídeo confirma essa paixão.
Consegui achar o clip. Para os que gostam de F1 e boa música, vale o registro histórico. (LA)

25 ANOS DE UMA CORRIDA INESQUECÍVEL

04/06/2009

Como fã de F1, sempre que posso, dou uma olhada no “Voando Baixo”, blog do Rafael Lopes. Ontem 03/06 comemorou-se 25 anos do GP de Mônaco de 1984, corrida essa, que revelou para o mundo, Ayrton Senna. Deixo aos amigos, um vídeo e um texto sobre esse acontecimento histórico. (LA)

senna 2a

Voando Baixo

A chuva que castigava Mônaco era impiedosa. Era injusto ter carros correndo em velocidades tão altas por aquelas vielas naquelas condições. Para nós, brasileiros, isto não passava pela cabeça. O que antes parecia ser impossível, agora era questão de tempo. Senna já aparecia nas câmeras, deixava de ser um dado curioso para se tornar a revelação do dia. Será que ele vai pontuar? Ah, isto seria um feito e tanto! Será que ele consegue subir ao pódio? Putz, esta corrida já valeu o meu domingo todo! E, de repente, um país começou a pensar: Caramba, será que ele pode GANHAR esta corrida?” (Leia mais)