Archive for the ‘Política’ Category

A BOLSA CLAQUE DE ARRUDA

09/02/2010

DOCUMENTO APREENDIDO MOSTRA QUE GOVERNADOR
PAGAVA MANIFESTANTES

Época – Andrei Meireles e Marcelo Rocha

“Em dezembro, os brasilienses se surpreenderam com a quantidade de pessoas que participavam de manifestações em defesa do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, acusado de chefiar um esquema de corrupção mostrado em vídeos com cenas de políticos recebendo propina e escondendo dinheiro em sacolas, meias e até na cueca. Na Câmara Legislativa, cenário dos protestos de estudantes e sindicalistas contra a corrupção, o movimento pró-Arruda exibiu força, organização e truculência. Comandava essa tropa governista o ex-policial militar Valdir Luís de França, o Valdirzão, conhecido por liderar mobilizações a favor de Arruda e reprimir protestos. Entidades favoráveis ao processo de impeachment do governador levantaram suspeitas de que por trás dessas manifestações estaria a máquina pública. Um documento apreendido pela Polícia Federal na Operação Caixa de Pandora pode ser a prova de que dinheiro público tenha financiado o grupo chefiado por Valdirzão.

Época teve acesso ao documento, encontrado pela PF no gabinete do jornalista Omézio Pontes – ex-assessor de imprensa de Arruda, que desde o início de 2009 passou a cuidar também da arregimentação de pessoas para eventos na periferia de Brasília com a participação do governador. O papel apreendido é uma carta…” (Leia e comente)

Anúncios

TJDFT AFASTA DISTRITAIS DAS ATIVIDADES RELATIVAS AOS PEDIDOS DE IMPEACHMENT CONTRA ARRUDA

20/01/2010

Correio Brasiliense – Noelle Oliveira

“O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) decidiu na tarde desta quarta-feira (20/1) afastar os deputados distritais citados na Operação Caixa de Pandora das atividades da Câmara Legislativa que dizem respeito ao pedidos de impeachment contra o governador José Roberto Arruda (sem partido). O tribunal também pediu a “imediata” intimação do presidente da Câmara Legislativa, Cabo Patrício (PT), para que “convoque os respectivos suplentes” – desde que estes não estejam impedidos nem estejam em condições de suspeitos – dos deputados afastados.

A substituição deverá seguir as regras de proporcionalidade partidária e a ordem de suplência. Os suplentes atuarão “exclusivamente” em atividades voltadas ao pedido de impeachment. Caso não compareçam, os convocados terão que pagar multa diárias de R$ 500 mil, a partir do quinto dia da convocação. O Tribunal também considerou inválido “todo ato deliberativo já praticado, no qual houve a interferência direta”, ou em que foram computados votos dos deputados que agora terão de ser afastados…” (Leia e comente)

ARRUDA, O SANTO

07/12/2009

Vi o Mundo – Luiz Carlos Azenha

Em baixa depois do mensalão, o governador José Arruda (DF) já foi muito festejado. Em 2008, foi editado o livro “Brasília: Preservação e Legalidade. Desafios do Governo”.

A orelha da publicação é recheada de elogios:

1. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso: “Pela boa administração que exerce no DF, José Roberto Arruda é hoje uma das principais lideranças do cenário político nacional”.

2. O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM): “Arruda serve para ser candidato a presidente da República pelo Democratas”.

3. O senador Álvaro Dias (PSDB-PR): “Arruda não fez barganha. Não instalou um balcão de negócios para oferecer a este ou àquele partido”. Que coisa!

4. O senador Heráclito Fortes, senador (DEM-PI): “Parabenizo o governador José Roberto Arruda por suas ações moralizadoras” –

Arruda espera a solidariedade deles nessa hora dificil.

As informações são do Ilimar Franco, n´O Globo. (Leia e comente)

OS FALSOS PROFETAS

03/12/2009

“Se vos disserem: “O Cristo está aqui”, não vades; ao contrário, tende-vos em guarda, porquanto numerosos serão os falsos profetas. Não vedes que as folhas da figueira começam a branquear; não vedes os seus múltiplos rebentos aguardando a época da floração; e não vos disse o Cristo: Conhece-se a árvore pelo fruto? Se, pois, são amargos os frutos, já sabeis que má é a árvore; se, porém, são doces e saudáveis, direis: “Nada que seja puro pode provir de fonte má.”

É assim, meus irmãos, que deveis julgar; são as obras que deveis examinar. Se os que se dizem investidos de poder divino revelam sinais de uma missão de natureza elevada, isto é, se possuem no mais alto grau as virtudes cristãs e eternas: a caridade, o amor, a indulgência, a bondade que concilia os corações; se, em apoio das palavras, apresentam os atos, podereis então dizer: Estes são realmente enviados de Deus.

Desconfiai, porém, das palavras melífluas, desconfiai dos escribas e dos fariseus que oram nas praças públicas, vestidos de longas túnicas. Desconfiai dos que pretendem ter o monopólio da verdade!…” (Leia e comente)

ORACAO DA PROPINA DURVAL,
BRUNELLI E LEONARDO PRUDENTE


COBERTURA DO CB TEM SUJEITO OCULTO

01/12/2009

Observatório da Imprensa – Chico Sant´Anna

“Desde os primeiros anos do ensino fundamental, os estudantes aprendem que as orações poderão ter sujeito oculto. A oração com sujeito oculto é aquela em que o sujeito da ação não está explícito e sua identificação só é possível graças à pessoa do verbo.

Também é nos primeiros anos do ensino de Jornalismo que o futuro profissional aprende que o sujeito do fato é elemento fundamental da redação jornalística para a devida compreensão dos acontecimentos pelos consumidores de informação. É na faculdade que se aprende a famosa pirâmide invertida, pela qual o repórter deve responder a seis perguntas básicas ainda nas primeiras linhas do seu texto. Quem?, O quê?, Quando?, Onde?, Como? e Por quê?

Na cobertura do recente escândalo de corrupção verificado no âmbito do governo do Distrito Federal, apelidado pela imprensa de “mensalão do DEM”, pelo qual o governador do Distrito Federal e pessoas bem próximas a ele são suspeitas de desviar R$ 60 milhões, o Correio Braziliense, principal diário da Capital Federal – com uma tiragem estimada em mais de 200 mil exemplares – parece ter preferido seguir as normas das escolas fundamentais do que as rotinas jornalísticas. No escândalo da Caixa de Pandora, Arruda virou sujeito oculto…” (Leia e comente)

NÃO REELEJA NINGUÉM

17/11/2009

OS FRIAS DEFENDEM A DEMOCRACIA CONTRA AS CRIANÇAS BRASILEIRAS

15/10/2009

crianças copy

Agência Carta Maior – Emir Sader

“A família Frias é uma família democrática. O pai, democraticamente, legou ao filho a direção da empresa que dirigia há décadas, para garantir que continue sendo uma empresa defensora da democracia.

O filho, desde então, é democraticamente reeleito pelo Comitê Editorial para dirigir a empresa do seu pai. Escreve democraticamente os editoriais do jornal para expressar a opinião da empresa, sem consulta aos jornalistas – que ele mesmo escolhe e demite para democraticamente trabalhar na empresa…”

“…Na semana passada a empresa democrática prestou mais um serviço à democracia brasileira, ao desmascarar o governo federal, que pretende – de forma demagógica, populista, com recursos públicos – cometer mais um crime contra a democracia: doar gratuitamente uniformes escolares para 50 milhões de crianças. Não importa o fato, mas que, alem de gastar recursos dos impostos que a empresa não paga ao governo, fazê-lo em ano eleitoral (dois dos quatro anos do mandato são eleitorais, o que deveria fazer com que um governo democrático se abstivesse desses atos populistas pelo menos durante a metade do seu mandato, cumprindo com os mandatos democráticos do Estado minimo).

Danem-se os 50 milhões de crianças. Afinal, não são consumidores das mercadorias produzidas pelas empresas Frias, não consomem automóveis do ano, não viajam três vezes por ano ao exterior, não bebem uísque importado – em suma, não são leitores que interessem…” (Leia mais e comente a matéria)

PESQUISA DA CNA INDICA QUE 46% DOS ASSENTADOS COMPRARAM A TERRA DE TERCEIROS

14/10/2009

assentados

Globo Rural

“A maioria dos assentados do país, mais precisamente 37%, tem renda familiar de até um salário mínimo. O dado é fruto de uma pesquisa sobre assentamentos rurais encomendada pela CNA – Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil – ao Ibope. Ainda de acordo com o levantamento, 35% têm renda entre um e dois salários mínimos e 26% tem renda de mais de dois salários mínimos.

Para a presidente da CNA, a senadora Kátia Abreu (DEM-TO), o indicador sobre renda é um dos mais alarmantes do estudo. “Talvez esse seja o dado mais crítico: cerca de 40% dos assentamentos pesquisados têm renda individual de um quarto de salário mínimo. Isso significa que temos 40% dos assentados vivendo em situação de extrema pobreza”, afirmou. Segundo ela, o número mostra que a posse da terra não gera automaticamente renda. É necessário, afirmou, investimentos em tecnologia e assistência técnica na hora da comercialização do produto para realmente gerar renda para o agricultor…” (Leia mais e comente a matéria)

COMPAREM O DISCURSO DE LULA COM O DE OBAMA

04/10/2009

O Brasil Que Dá Certo

“Assistam o discurso de Obama, e depois comparem-no com o do Lula.

Lembrem-se que Obama é formado por Harvard, seu gost-writer também é formado por uma Ivy League, com anotações e sugestões do próprio Obama. O texto do Lula também não foi escrito por ele, mas tem suas anotações, veto e sugestões.

Obama usou I (eu) nada menos do que 20 vezes. I, my father, my town, my children, wy wife, um narcisismo e egocentrismo assustador. Obama começa seu discurso com I COME HERE, e só no terceiro minuto usa um argumento pró Estados Unidos. Que eles são administrativamente mais eficientes, o que pode até ser verdade. Termina com “we want”, “we urge” que vocês votem em nós.

Lula não usou a primeira pessoa a não ser em “meu país”, “meus amigos”. Já nos primeiros 30 segundos coloca dois fortes argumentos para o Brasil.

Lula e Obama, ambos, leram e aprovaram seus discursos antes de apresentá-los, e portanto tirem suas conclusões.”

ALGO NO AR ALÉM DOS AVIÕES DE COMBATE

16/09/2009

rafale_FAB

“A IMPRESSÃO QUE SE TEM, DE FORA DA CAIXA-PRETA DAS DECISÕES ESTRATÉGICAS, É QUE “ALGUÉM”, “ALGUM GRUPO”,
NO INTERIOR DO ESTADO BRASILEIRO, TOMOU A PULSO
REORDENAR ALINHAMENTOS ESTRATÉGICOS TRADICIONAIS, AFASTANDO-NOS MAIS DOS ESTADOS UNIDOS E NOS
APROXIMANDO MAIS… DE NÓS MESMOS.”

Carta Maior – Flávio Aguiar

“A recente decisão do governo brasileiro sobre a compra dos aviões Rafale da francesa Dessault aviação levantou muita poeira e deixo no ar algumas questões tão interessantes quanto inadiáveis.

Não resta dúvida de que há uma pequena corrida armamentista na América do Sul. O Chile andou modernizando sua frota de blindados, a Venezuela andou fechando acordos com a Rússia e a Colômbia deixou a região com os cabelos em pé de guerra com sua cessão de bases militares para os Estados Unidos, ou pelo menos para a presença de militares norte-americanos. Um pouco antes disso tudo já houvera o embroglio do veto dos Estados Unidos à venda de aviões da Embraer para a Venezuela, por usarem tecnologia norte-americana…” (Leia mais e comente a matéria)