Archive for the ‘Psicologia’ Category

A INFINIDADE DE AMORES NA DOR DE EXISTIR

24/05/2010

DOSSIÊ: A TRADIÇÃO PSICANALÍTICA DE COMPREENSÃO DO AMOR

Cult – Nadiá Paulo Ferreira

“O discurso psicanalítico, ao investigar os fundamentos do amor, apresenta, de forma sistematizada, o que os poetas já sabiam: o encontro da verdade com o saber não decifra toda a verdade.

O desejo de saber o que o amor é esbarra com algo indizível. Assim, o que não pode ser dito e escrito converte o amor em “um mal, que mata e não se vê”, em “um não sei quê, que nasce não sei onde, vem não sei como, e dói não sei por quê” (Camões). Amar e saber o que é amar são coisas diferentes. Amar é um acontecimento que nunca se esquece; é inventar sentidos para a existência no mundo. Saber o que é amar é impossível, porque “quem ama nunca sabe o que ama; nem sabe por que ama, nem o que é amar” (Fernando Pessoa).

Diante da impossibilidade de saber toda a verdade, fala-se de amor. Isso é o que vem sendo feito há séculos. Platão, em O Banquete, retrata os lugares do discurso: o do amante e o do amado. Jacques Lacan (1901-1981) baseia-se no amor grego para articular o par amante-amado com a estrutura do amor. Aquele que experimenta a sensação de que alguma coisa lhe falta, mesmo não sabendo o que é, ocupa o lugar de sujeito do desejo (amante); aquele que sente que tem alguma coisa, mesmo não sabendo o que é, ocupa o lugar de objeto (amado). O paradoxo do amor reside justamente no fato de que o que falta ao amante é precisamente o que o amado não tem. Se Eros nasce de uma aspiração impossível, que é de dois fazer um,…” (Leia e comente)

QUEM É VOCÊ DE VERDADE?

06/03/2010

DENTRO DE CADA UMA DE NÓS EXISTE UMA SEMENTE ADORMECIDA QUE CARREGA NOSSA VERDADEIRA ESSÊNCIA. DESPERTÁ-LA É O CAMINHO MAIS SEGURO PARA SERMOS FELIZES E REALIZADAS EM TODOS OS ASPECTOS DA VIDA.

Bons Fluídos

“Eu não desenvolvo, sou.” A frase, dita pelo mestre da pintura Pablo Picasso, pode parecer um pouco pretensiosa à primeira vista. Mas, para o psicólogo americano James Hillman, reconhecido internacionalmente por suas pesquisas em psicologia analítica, corrente baseada nos estudos de Carl Gustav Jung, ela ilustra perfeitamente a ideia de que todas nós temos, em nosso interior, um gênio a ser despertado. Que fique claro: não estamos falando de uma super-heroína com capacidades extraordinárias, e sim de dons inatos que precisam ser identificados e desenvolvidos ao longo da vida para que encontremos nossa real vocação…” (Leia e comente)

PARA RECONHECER MENTIRAS

02/12/2009

“SE VOCÊ ACREDITA QUE QUEM TENTA ENGANAR ALGUÉM SUA FRIO E EVITA O OLHAR DO INTERLOCUTOR, SURPREENDA-SE: ESSES ESTEREÓTIPOS RARAMENTE SÃO VERDADEIROS”

Mente e Cérebro – Marc-André Reinhard

“Como podemos perceber se estamos sendo enganados? Existem sinais claros que indicam uma mentira, algo que possa ser comparado à tão conhecida metáfora ao nariz do Pinóquio que se tornava cada vez maior quando ele ocultava a verdade? Infelizmente não. Durante muito tempo as pessoas acreditaram que podiam identificar um mentiroso por comportamentos ou sinais corporais – como coçar a cabeça com frequência; movimentar-se de forma agitada ou ficar com as faces coradas. No entanto, um grupo de pesquisadores coordenado pela psicóloga Bella M. DePaulo, da Universidade da Califórnia, em Santa Barbara, Estados Unidos, garante que normalmente não é isso que acontece. Em 2003 ela já havia reunido e analisado resultados de 120 estudos sobre os sintomas físicos que acompanham mentiras. Conclusão: os estereótipos raramente são verdadeiros; em geral, mentirosos não escorregam nervosos na cadeira, nem evitam o contato visual de seu interlocutor.

Na verdade, para a maioria das pessoas é realmente muito difícil discernir se uma declaração é verdadeira ou falsa. Foi a essa conclusão a que chegaram Bella…” (Leia e comente)

VAI PASSAR…

05/06/2009

estatua ch

Bons  Fluídos

“Sofremos muitas perdas importantes ao longo do caminho, mas podemos extrair aprendizado desses momentos e deixar que a dor, como tudo na vida, venha e vá.”

“De vez em quando, a vida parece que saiu dos trilhos: um grande amor vai embora, uma pessoa querida morre, um amigo o trai, um filho se muda para outro país, o emprego de anos é perdido inesperadamente.” (Leia mais)

MAISA NÃO ENTENDE NADA

20/05/2009

Apesar de fugir um pouco das características do que pretendo divulgar aqui no blog, a FolhaOnline, traz uma matéria que coloca em “xeque”, os pais e os produtores do programa Silvio Santos. A busca descontrolada pela audiência, deturpa o que é moral e ético. O que vai acontecer com a cabeça dessa criança, só o tempo dirá. (LA)

maisa copy

“Já o psicólogo Yves de La Taille, professor do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), vai mais longe e diz que a pequena Maisa “não tem autonomia e tem de satisfazer a vontade de dinheiro e glória dos pais”. (Leia mais)