Posts Tagged ‘Ciência’

MÁQUINA PARA GRAVAR SONHOS É POSSÍVEL, DIZ CIENTISTA

17/11/2010

UM PESQUISADOR NOS ESTADOS UNIDOS AFIRMOU QUE TEM PLANOS PARA CRIAR UM DISPOSITIVO ELETRÔNICO DE GRAVAÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE SONHOS.

BBC Brasil – Pallab Ghosh

“Moran Cerf, do Instituto de Tecnologia de Pasadena, na Califórnia (oeste do país), afirma que a “leitura dos sonhos” é possível baseada em um estudo inicial que, segundo o cientista, sugere que a atividade de células individuais do cérebro, os neurônios, é associada a objetos ou conceitos específicos.

Em sua pesquisa Cerf descobriu que, quando um dos voluntários estava pensando na atriz Marilyn Monroe, um neurônio em particular foi ativado.

Ao mostrar a voluntários acordados que participaram de seu estudo uma série de imagens, Cerf e seus colegas conseguiram identificar neurônios…” (Leia e comente)

Anúncios

É PARA COMER ATÉ A EMBALAGEM

16/11/2010

COMO PLÁSTICOS COMESTÍVEIS E COBERTURAS NUTRITIVAS PODEM CONSERVAR OS ALIMENTOS E TORNÁ-LOS
MAIS SAUDÁVEIS

Época – Francine Lima

“Alimentos pré-lavados, fatiados e embalados são práticos, mas costumam trazer dois inconvenientes no pacote: mais plástico no lixo e um prazo de validade menor. Logo, geram desperdício. E se fosse possível encontrar frutas e hortaliças atraentes para o consumo por mais tempo, sem alteração em suas qualidades nutricionais e sem embalagens poluentes? É o que algumas empresas estrangeiras e vários laboratórios de pesquisa no Brasil estão providenciando.

Nos Estados Unidos, já é possível comprar maçãs em pedaços que não ficam marrons por 20 dias. O segredo é uma cobertura invisível, sem gosto e sem cheiro, que retarda o processo de maturação e mantém as características da fruta, inclusive o sabor e o teor de vitaminas. Trata-se, segundo a fabricante Nature Seal, de uma mistura de vitaminas e sais minerais que, aplicada à superfície das frutas e hortaliças, inibe a oxidação das enzimas…” (Leia e comente)

IMPOSIÇÃO DE UM DESEJO ÚNICO

11/11/2010

O QUE É A PEDOFILIA? DOENÇA? FALHA DE CARÁTER? CRIME? QUAL O PERFIL DO PEDÓFILO? COMO SE FAZ O DIAGNÓSTICO? É POSSÍVEL CURÁ-LA? O QUE A CIÊNCIA TEM A DIZER SOBRE ISSO? O ARTIGO DE CAPA DA CH 275 DISCUTE ESSE TEMA QUE
MOBILIZA CADA VEZ MAIS A SOCIEDADE.

Ciência Hoje – Fred Furtado

“Nas últimas décadas, a atração sexual patológica por crianças e pré-adolescentes ganhou nome e deixou de ser um assunto reservado das famílias para se tornar um problema social e político que afeta desde questões médicas até criminais.

Chamada pedofilia, um tipo de perversão sexual para a psicanálise e psiquiatria, essa doença passou a representar muito mais que uma condição médica e hoje é um termo que abrange várias manifestações de violência e polui a discussão sobre o tema pela forte carga emocional que o cerca.

A quarta edição do Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (DSM IV-TR, na sigla em inglês), publicação da Associação Americana de Psiquiatria (APA), define a pedofilia como uma parafilia, um tipo de transtorno em que o prazer sexual não é obtido com a cópula, mas por meio de outra atividade ou objeto de desejo sexual…” (Leia e comente)

NEURÔNIOS AFIADOS

03/11/2010

COMO OS JOGOS ELETRÔNICOS PODEM MELHORAR O DESEMPENHO DE SEU CÉREBRO

Época – Luciana Vicária

“Não é fácil memorizar os detalhes de uma reunião após uma jornada de mais de dez horas de trabalho. Ainda mais quando se participa de três ou mais reuniões em um único dia. Esse tem sido o desafio da analista financeira Katia Kimiyo, de 35 anos. Ela registra as demandas em um caderno de anotações e até grifa o que é mais importante. Mas no fim do dia muita coisa importante escapa da memória. “Meu desejo é reter o essencial”, diz Katia. Há três meses, ela passou a se dedicar a um treinamento cerebral com jogos on-line que prometem lapidar a memória. “Estou mais atenta e já percebo mudanças positivas no trabalho”, afirma.

Os novos jogos eletrônicos de “ginástica cerebral” são tão específicos quanto os aparelhos de uma academia de ginástica: alguns servem apenas para aquecer os neurônios, outros para ativar áreas específicas do cérebro que trabalham com memória, atenção, linguagem e a visão espacial. O cérebro funciona como um músculo, dizem…” (Leia e comente)

USAR :) EM E-MAIL AJUDA A CONSEGUIR EMPREGO? A CIÊNCIA RESPONDE

29/10/2010

Super Interessante – Thiago Perin

“Troca de e-mails com um chefe em potencial. Você quer parecer profissional, mas também quer ser simpático; quer transmitir segurança, mas não quer parecer um chato… E aí surge o ímpeto de enfiar um :) em algum lugar da mensagem. Sabe como é, só para dar um tom menos formal. Será que é uma boa ideia? Bem, depende. Quem diz é um grupo de pesquisadores das universidades da Carolina do Norte e de George Mason, ambas nos EUA, e de Otago, na Nova Zelândia, responsáveis pelo primeiro estudo “a examinar os efeitos do uso de emoticons em um contexto de candidatura a emprego” (na íntegra, aqui).

É sério! Eles fizeram uma série de testes para investigar como o uso de sorrisinhos pode ajudar ou prejudicar o primeiro contato com um talvez-futuro-chefe. E descobriram, em resumo, que os smileys podem, de fato, causar o efeito desejado na hora de transmitir simpatia, “algo particularmente importante para as mulheres, que costumam valorizar relacionamentos profissionais com maior nível de intimidade”. Soa bem, né? Mas, antes de sair distribuindo :) por aí, calma lá. “Candidatos que usam smileys são percebidos como menos competentes e mais fracos em atributos tipicamente masculinos, como independência e liderança”,…” (Leia e comente)

SIMPÓSIO DISCUTE O USO CIENTÍFICO DE PLANTAS MEDICINAIS

11/10/2010

Planeta Sustentável – Mônica Nunes/Débora Spitzcovky

“Os chás já são conhecidos “remédios naturais” da população, mas que espécies da nossa flora podem ser usadas, de forma sustentável, para produzir medicamentos? Essa será a discussão do 5º Simpósio Iberoamericano de Plantas Medicinais, que acontecerá em Santa Catarina, de 18 a 20 de outubro.

O evento reunirá pesquisadores da América Latina e da Península Ibérica, que são especialistas no assunto, e contará com diversas atividades, como palestras e mini-cursos. Entre os temas que serão abordados, estão:
– o controle e a qualidade dos fitoterápicos;
– o cultivo e os métodos de identificação dos princípios ativos naturais;
– as pesquisas feitas para encontrar novos agentes terapêuticos na natureza e
– os desafios do processo de transformação das plantas em medicamentos. (Confira a programação completa no site do evento) …” (Leia e comente)

BEBER ÁGUA ANTES DE REFEIÇÃO PODE AJUDAR A PERDER PESO, DIZ ESTUDO

27/08/2010

UMA PESQUISA FEITA POR CIENTISTAS DOS ESTADOS UNIDOS AFIRMA QUE BEBER ÁGUA ANTES DAS REFEIÇÕES AJUDA AS PESSOAS A PERDEREM PESO.

BBC Brasil

“Cientistas do Estado americano da Virgínia afirmam que pessoas que estão em dieta podem perder cerca de 2kg a mais se elas beberem pelo menos dois ou três copos por dia antes das refeições.

A pesquisa foi apresentada em um congresso nacional da Sociedade Americana de Química, em Boston.

Todos os adultos que participaram da pesquisa tinham entre 55 e 75 anos de idade. A teoria dos cientistas foi testada em 48 adultos, divididos em dois grupos, ao longo de 12 semanas.

Ambos os grupos seguiram dietas de baixa caloria, mas um deles bebeu água antes das refeições.

Ao longo de 12 semanas, as pessoas que beberam água perderam cerca de 7kg,…” (Leia e comente)

BRASILEIRO GANHA PRÊMIO CIENTÍFICO DE US$ 2,5 MILHÕES

29/07/2010

MIGUEL NICOLELIS, DA DUKE UNIVERSITY, RECEBEU PRÊMIO DO GOVERNO DOS EUA POR SUA PESQUISA DAS
INTERAÇÕES CÉREBRO-MÁQUINA

Último SegundoAgência Estado

“O neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis foi um dos escolhidos este ano para receber o prêmio Pioneiro, um dos mais prestigiados dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH, na sigla em inglês). Criado em 2004, o Pioneer Award financia projetos considerados visionários e de alto risco nas áreas de biomedicina e comportamento.

Nicolelis, professor e pesquisador do Departamento de Neurobiologia da Universidade Duke, na Carolina do Norte, receberá US$ 2,5 milhões (R$ 4,4 milhões) ao longo de cinco anos para aprofundar suas pesquisas sobre o funcionamento do sistema nervoso e a interação cérebro-máquina. O objetivo do prêmio, segundo o NIH, é estimular inovações futuras e não premiar resultados do passado. “É para fazer coisas do futuro mesmo; não só ciência incremental”, disse Nicolelis.

Com vários trabalhos pioneiros publicados em revistas internacionais nos últimos anos, ele desenvolve sistemas que permitem controlar máquinas por meio de comandos cerebrais, usando eletrodos implantados no cérebro e conectados a um computador. O objetivo final é que pacientes vítimas de lesões ou doenças neuronais possam controlar robôs – ou qualquer outro aparato eletrônico – apenas com o cérebro. Um tetraplégico, por exemplo, poderia controlar um braço robótico…” (Leia e comente)

QUALIDADE DE VIDA NA MEDIDA (IN)CERTA

10/06/2010

Com Ciência – Márcio Derbli

“Quando assistimos TV, ouvimos rádio ou lemos um jornal, somos expostos constantemente a anúncios publicitários prometendo melhorar ou manter nossa qualidade de vida. É a margarina que torna sua vida mais saborosa, o carro que te dá mais sensação de conforto ou o condomínio residencial que garante um invejável estilo de vida para toda a sua família. Mas, afinal, que qualidade de vida é essa? Será que apenas a capacidade de consumo pode garanti-la? Como se constrói esse conceito e como medi-lo a contento?

Apesar de registros do termo, na literatura médica, desde a década de 1930, não existe ainda um consenso sobre seu significado, e pesquisadores de diversas áreas têm discutido como definir o conceito. A Organização Mundial da Saúde (OMS), por exemplo, definiu qualidade de vida, em 1990, como “a percepção do indivíduo de sua posição na vida no contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações”. Nessa definição, são incluídos seis domínios principais: saúde física, estado psicológico, níveis de independência, relacionamento social, características ambientais e padrão espiritual. Uma definição mais antiga, de 1974, feita por pesquisadores americanos, relacionando qualidade de vida à saúde,… (Leia e comente)

RELIGIÃO É COMPONENTE GENÉTICO

01/06/2010

BRITÂNICO NICHOLAS WADE, AUTOR DO LIVRO THE FAITH INSTINCT, DEFENDE QUE A SELEÇÃO NATURAL PRIVILEGIOU
OS HUMANOS RELIGIOSOS

Galileu – Érika Kokay

Nicholas Wade, repórter especializado em ciência do New York Times, juntou religião e as ideias evolutivas de Darwin – duas coisas aparentemente opostas. Em seu livro: The Faith Instinct (O Instinto de Fé, sem edição no Brasil), defende que a religiosidade é um comportamento universal humano, presente em todas as sociedades, e provavelmente moldada pela seleção natural em milhares de anos. Para ele, todos nós temos um instinto religioso, que nos faz querer ter fé.

A relação do repórter com a religiosidade começou no Eton College, no condado inglês de Buckingham. Fundada pelo rei da Inglaterra Henrique VI, a escola manteve seu currículo quase intacto ao longo dos mais de 500 anos que separam sua fundação, em 1440, do ingresso de Nicholas Wade, durante o colegial. Devido à grade secular, ele aprendeu latim e grego, estudou diversas religiões e frequentava a igreja duas vezes ao dia, exceto aos domingos. “Eu acho que essa familiaridade com os hinos e com a liturgia da Igreja da Inglaterra me fez apreciar a religião e me ajudou a entender porque ela tem sido uma força tão poderosa ao longo da história”,… (Leia e comente)