Posts Tagged ‘Congresso Nacional’

REMÉDIOS FRACIONADOS: EXIJA SEU DIREITO

24/11/2010

ASSINE NOSSA PETIÇÃO E NOS AJUDE A PRESSIONAR O CONGRESSO NACIONAL. COM OS MEDICAMENTOS VENDIDOS EM UNIDADES,
VOCÊ ECONOMIZA.

Pró Teste

“Apesar das vantagens financeiras para você e da redução do risco de acidentes, a venda de medicamentos fracionados não é obrigatória e não é fácil encontrá-los. Por isso, a PROTESTE, em parceria com o Instituto Ethos, está lutando pela aprovação do projeto de lei nº 7.029, de 2006, que obriga a venda de medicamentos fracionados.

As assinaturas arrecadas nesta petição online serão encaminhadas para os deputados federais, a fim de fazermos pressão política pela aprovação. Preencha os dados abaixo e nos ajude a mudar essa realidade

Além da tornar a venda o fracionamento obrigatório, a PROTESTE demanda ao governo uma campanha para conscientização da população. De nada adianta uma lei que a população desconheça e não possa, portanto, tirar proveito de seus benefícios…” (Leia, comente e assine a petição)

Anúncios

DILMA E TIRIRICA

01/11/2010

Folha.com – Gilberto Dimenstein

Dilma Rousseff se elege presidente no momento em que entramos no que considero a era dos educadores: nunca, em nenhuma eleição, se falou tanto da importância de investir no capital humano, ou seja, na formação dos indivíduos. Paradoxalmente, foi a eleição que fez de um palhaço suspeito de ser analfabeto uma de suas estrelas. Mas Tiririca está mais para o passado do que para o futuro.

Mais importante do que nossas riquezas naturais tão alardeadas, as descobertas do petróleo ou as obras de infraestrutura, é o preparo dos indivíduos para gerir suas vidas e inovar. Digo mais uma vez que essa é uma batalha tão ou mais complexa do que a abolição da escravatura.

Será que será uma mulher que vai simbolizar essa era, da qual Tiririca seja apenas um divertido palhaço?

Não sei de Dilma Rousseff vai conseguiu se marcar com um dos símbolos…” (Leia e comente)

OS FANTASMAS SE DIVERTEM

23/01/2010

Carta Capital – Cynara Menezes

“Entre o temor e a blague, os seguranças da Câmara dizem que o ambiente gélido, de ar-condicionado ligado noite e dia à custa do contribuinte, é propício ao surgimento dos rumores. Um conta ter ouvido passos no Salão Verde. Outro, ter avistado vultos esgueirando-se pelas galerias do plenário. O mais velho deles, com quase 30 anos de Casa, fica embaraçado de falar nessas coisas, mas jura ter escutado o microfone da presidência ligar sozinho na madrugada.

Seriam espíritos desassossegados de antigos deputados a registrar presença na falta dos vivos, acreditam os funcionários, especulando que em 2010 não faltará quorum – do outro mundo. Como este ano é eleitoral, presume-se que o Congresso estará como os fantasmas legislativos gostam, vazio, a maior parte do tempo. O recesso parlamentar termina em 1º de fevereiro, mas as principais lideranças da Câmara e do Senado admitem que será difícil achar vivalma por ali depois das festas juninas.

“Nós vamos trabalhar pelo menos até junho”, garante o presidente da Câmara, Michel Temer. “Reconheço que em julho, agosto e setembro, os meses que antecedem a eleição, é realmente complicado.” O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes, confirma. “No segundo semestre todos estarão dedicados às eleições. Sempre foi assim, é tradição no Brasil”,…” (Leia e comente)

NÃO REELEJA NINGUÉM

17/11/2009