Posts Tagged ‘Cozinhar’

LANÇADA NA ALEMANHA REVISTA DE COZINHA SÓ PARA HOMENS

22/10/2009

beef 2

“O LEMA DE “BEEF!” É: AS MULHERES COZINHAM PORQUE PRECISAM; OS HOMENS, PORQUE QUEREM. PARA O HOMEM QUE COZINHA, NÃO IMPORTA NEM O SAUDÁVEL NEM O RÁPIDO,
MAS O APETITE E A PAIXÃO PELA CULINÁRIA.”

DW-Word.De – Klaus Deuse (ca)

“Uma notícia no mundo da culinária sacode a imprensa alemã: a emancipação completa se aproxima. Está nas bancas Beef!, ou seja, “bife”, a primeira revista de cozinha só para homens. Reclusos em seu universo masculino, milhões de homens ainda não se deram conta de que cozinhar virou um hobby para o sexo forte.

Isso é o que crê Jan Spielhagen, editor-chefe da revista. Como público-alvo, Spielhagen escolheu os homens que querem cozinhar, mas não quem cozinha por obrigação. Segundo Spielhagen, as mulheres pertencem ao último grupo.

Tanto faz se os homens fritam, refogam, assam ou cozem em fogo baixo. A testosterona parece sempre estar presente. Ou para ser mais claro, os homens cozinham de forma diferente das mulheres. O editor-chefe de Beef! afirma que “não se trata de rapidez, de ser econômico, de ser saudável ou de agradar às crianças. Trata-se de apetite.”

Partindo desse ponto de vista, encontramos na revista o primeiro cardápio de quatro pratos somente para homens. Primeiro prato: terrina de cervo com molho de rosa brava e salada verde. Segundo prato: sopa de lentilhas pretas com lagosta e massa. Terceiro prato: Filé de peixe com laranjas, vodca e alho-poró. Quarto prato: creme bávaro a base de queijo Münster com saladas de uvas brancas e menta. Naturalmente, as mulheres também teriam condições de seguir a preparação de tal cardápio…” (Leia mais e comente a matéria)

COISA DE ARTISTA

13/05/2009

comer

Por: Julia Mesquita

Técnica, amor e arte. Essa é a receita básica de três chefs – cada um à sua moda – para criar pratos que vão além de agradar ao olfato, à visão e ao paladar. As delícias preparadas por eles cuidam do corpo e alegram a alma

Mais do que cozinhar, Rita Taraborelli, Adriana Cymes e Renato Caleffi se preocupam em criar pratos cheios de boas energias. O segredo não está apenas em escolher ingredientes frescos e saudáveis. Eles se propõem a fazer mais: usar alimentos funcionais, resgatar receitas da infância ou adicionar doses adicionais de arte e sensibilidade ao ato de cozinhar. Rita desenha os ingredientes que acrescenta nas receitas, estabelecendo uma relação de cumplicidade. Na hora de montar um prato, a jovem chef valoriza as cores e as formas dos alimentos. Num menu de café da manhã, por exemplo, transforma as frutas em mandalas. O objetivo não é só estético, mas também espiritual. “Desfazer uma mandala, segundo o budismo, proporciona o aprendizado de lidarmos com a lei natural da impermanência.” Outra paixão de Rita é a ioga – atividade que também influência suas criações culinárias. “Cozinhar é um exercício de meditação. Durante a prática acontece o mesmo: surgem ideias para uma nova receita ou maneiras de reinventar um prato que experimentei numa viagem.” (Leia mais)