Posts Tagged ‘Crianças’

EMPRESA LANÇA APLICATIVO PARA ENSINAR EMPREENDEDORISMO PARA CRIANÇAS

21/11/2016

children

Revista PEGN

APLICATIVO ESTIMULA O APRENDIZADO DE GESTÃO DE NEGÓCIOS E MATEMÁTICA

A Empresa Osmo lançou um aplicativo de realidade aumentada, chamado Pizza Co.,  para ensinar empreendedorismo para crianças. O jogo funciona como uma pizzaria virtual e as crianças administram desde os sabores até o valor de cada pizza.

Para criar o Pizza Co., Pramord Sharma e Jérôme Scholler, fundadores da Osmo, se basearam na limonada, que no passado era usada para estimular o aprendizado de crianças na confecção e venda… Continue lendo

Anúncios

MUTIRÃO NACIONAL DE MÉDICOS OPERA QUASE 800 CRIANÇAS

23/08/2010

Folha.com – GABRIELA CUPANI

“Quase 800 crianças que estavam esperando por uma cirurgia foram operadas no sábado num mutirão nacional promovido pela Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica. A iniciativa contou com a participação de 39 hospitais em 14 estados, além do Distrito Federal, e mais de 400 voluntários.

“A ideia surgiu das enormes filas de espera e nosso principal objetivo é reduzir esse tempo fazendo intervenções ambulatoriais num único dia”, diz o presidente da associação, José Roberto Baratella. As crianças operadas eram pacientes que já estavam cadastrados nos serviços e que não eram casos de emergência.

Alguns hospitais, como o Hospital Regional do Vale do Paraíba, no interior de São Paulo, receberam pacientes de outros lugares. Lá, cerca de 30 crianças do litoral…” (Leia e comente)

CONTAR HISTÓRIAS JÁ É NEGÓCIO DE GENTE GRANDE

21/05/2010

Veja – Maria Carolina Maia – Foto: Divulgação

“Há muito, muito tempo, existia um imperador chamado Gengis Khan. Esse imperador era muito poderoso. Quando ele não estava conquistando terras, ficava descansando no seu castelo de veraneio. O hobby preferido do imperador era caçar. Com quem? Com uma águia, que ele levava no braço.” Este é um trecho de O Imperador e a Águia, uma das histórias que compõem o repertório do contador Ilan Brenman. Israelense naturalizado brasileiro, Ilan, 37, vive de contar histórias. Mas se engana quem pensa que contadores como ele têm como público as crianças, apenas. A atividade de narrar histórias se tornou um negócio de gente grande – tanto para públicos infantis quanto para maduros. Por cada palestra que dá em escolas sobre o tema, ele recebe de 2.000 a 3.000 reais.

“Vivo de contar histórias e vivo muito bem”, diz outra narradora, a atriz Ana Luísa Lacombe, 46. Ela enveredou pelo ramo há oito anos e hoje se apresenta em locais variados, de clubes a projetos sociais, contando histórias para adultos e crianças de todas as idades. “Só faço isso.” (Leia e comente)

GERAÇÃO ZAPPING: TÁ LIGADO?

22/01/2010

CRIANÇAS E JOVENS ESTÃO DESCOBRINDO NOVAS MANEIRAS DE ENTENDER O MUNDO E SE RELACIONAR COM BASE EM AVANÇOS TECNOLÓGICOS E TRANSFORMAÇÕES CULTURAIS

Mente e Cérebro Erane Paladino

Televisão, telefone, fone de ouvido, computador, MP3, Orkut, Twitter, Facebook, MSN, SMS. A conexão é on-line e os estímulos vêm de toda parte. No monitor do laptop ou no visor do celular incontáveis telas são abertas, reduzidas e fechadas em segundos. Surge uma nova linguagem, na qual a grafia das palavras é adaptada, simplificada, e prevalecem abreviações. A informação chega descontextualizada e truncada, inaugurando um novo jeito de compreender o mundo – e se relacionar, na horizontalidade do conhecimento – e caracterizando a chamada geração zapping (expressão de origem inglesa que se refere ao ato de mudar constantemente de canal).

Surge assim um novo jeito de pensar, graças à síntese de vários dados coletados de forma imediata e simultânea. O zapping tipifica justamente essa relação intensa e aparentemente inesgotável. Fragmentados os corpos, a informação e as relações, os jovens ficam à mercê dos estímulos, sem tempo para a introspecção e assimilação do bombardeio de conteúdos. O apelo ao mundo externo é intenso e vem de todos os lados…” (Leia e comente)

REABILITAÇÃO DE JOVENS COM CÃES DE RUA

03/11/2009

cao e menina

Seleções – Cathy Free

“O labrador Spiker só tem 1 ano, mas quase chegou ao corredor da morte. Abandonado pelos donos, foi parar em um abrigo de animais cuja política era sacrificar os cães que ninguém adotasse. Agora, no entanto, recebeu outra chance.

“Vamos, Spiker. Você consegue”, insiste a treinadora.

Spiker, mestiço de labrador com pointer alemão de pelo curto, fita a moça, perplexo. Então se lembra: da última vez que obedeceu a Marcy, um biscoito surgiu num passe de mágica. Lentamente, levanta a pata direita. “Bom menino”, diz Marcy, despenteando a pelagem malhada do cão e lhe oferecendo a guloseima.

Spiker está mudando a vida de Marcy, da mesma forma que Marcy vem mudando a dele. A moça de 18 anos mora há nove meses no Centro Infantil de Echo Glen, instituição correcional para jovens em Snoqualmie, Estado americano de Washington. Enquanto está lá, participa do programa Conexões Caninas, que reúne cães abandonados e menores encarcerados…” (Leia mais e comente a matéria)

CRIANÇAS TERÃO PRIORIDADE EM TRANSPLANTES

22/10/2009

transplante

“NOVO REGULAMENTO PERMITE QUE CRIANÇAS ENTREM MAIS CEDO NA FILA PARA TRANSPLANTE DE RIM E PRIORIZA MENORES DE IDADE PARA RECEBER DOAÇÕES FEITAS POR PESSOAS
DA MESMA FAIXA ETÁRIA”

Época – Redação

“O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, assinou nesta quarta-feira (21) a consolidação do regulamento do Sistema Nacional de Transplantes. Entre as mudanças estão benefícios para crianças e adolescentes na fila de transplantes, que passarão a ter prioridade no recebimento de órgãos de pessoas da mesma faixa etária.

Os menores de idade também terão o direito de se inscrever na fila para um transplante de rim antes de entrar na frase terminal de uma doença crônica. A inscrição poderá ser feita a partir do momento em que a necessidade do transplante no futuro for confirmada por uma equipe médica. A regra atual, que só permite a inscrição de pacientes já indicados para diálise, continua válida para os adultos. Segundo o Ministério da Saúde, a medida visa dar mais chances a pessoas que têm maior expectativa de vida após o transplante…” (Leia mais e comente a matéria)

OS FRIAS DEFENDEM A DEMOCRACIA CONTRA AS CRIANÇAS BRASILEIRAS

15/10/2009

crianças copy

Agência Carta Maior – Emir Sader

“A família Frias é uma família democrática. O pai, democraticamente, legou ao filho a direção da empresa que dirigia há décadas, para garantir que continue sendo uma empresa defensora da democracia.

O filho, desde então, é democraticamente reeleito pelo Comitê Editorial para dirigir a empresa do seu pai. Escreve democraticamente os editoriais do jornal para expressar a opinião da empresa, sem consulta aos jornalistas – que ele mesmo escolhe e demite para democraticamente trabalhar na empresa…”

“…Na semana passada a empresa democrática prestou mais um serviço à democracia brasileira, ao desmascarar o governo federal, que pretende – de forma demagógica, populista, com recursos públicos – cometer mais um crime contra a democracia: doar gratuitamente uniformes escolares para 50 milhões de crianças. Não importa o fato, mas que, alem de gastar recursos dos impostos que a empresa não paga ao governo, fazê-lo em ano eleitoral (dois dos quatro anos do mandato são eleitorais, o que deveria fazer com que um governo democrático se abstivesse desses atos populistas pelo menos durante a metade do seu mandato, cumprindo com os mandatos democráticos do Estado minimo).

Danem-se os 50 milhões de crianças. Afinal, não são consumidores das mercadorias produzidas pelas empresas Frias, não consomem automóveis do ano, não viajam três vezes por ano ao exterior, não bebem uísque importado – em suma, não são leitores que interessem…” (Leia mais e comente a matéria)

QUEM DEFENDE AS PRÓXIMAS GERAÇÕES

06/10/2009

criança soprando flor

“POR QUE AS SEGURADORAS E OS FUNDOS DE PREVIDÊNCIA
PREOCUPADOS COM O CLIMA QUE NOSSOS FILHOS
E NETOS VÃO HERDAR”

Época – Isis Nobile Diniz

“Os gêmeos Lara Regina e César Henrique Mori têm 11 anos. Eles estudam na sexta série do ensino fundamental em um colégio particular de São Paulo. Aprenderam na escola sobre os riscos que o aquecimento global traz para o futuro deles e também receberam dicas do que podem fazer para evitar a catástrofe. Dicas que os irmãos seguem automaticamente. Toda vez que deixam os cômodos da casa, eles apagam as luzes. Mas, por enquanto, a Lara e o César não conseguem fazer mais que isso. E dentro de uma década, quando atingirem a maioridade e tiverem maior poder de ação, como consumidores conscientes ou profissionais influentes, poderá ser tarde para reverterem, com outros da mesma geração, as piores consequências das mudanças climáticas.

Se as emissões de gases poluentes continuarem crescendo, a temperatura média da Terra poderá aumentar entre 2 e 7 graus até 2100. Isso terá conseqüências para todos nas próximas décadas. “Nós não temos tempo para esperar. Devemos agir agora contra as mudanças climáticas para que as gerações futuras não sofram com as consequências”, afirma Mark Lee, diretor da consultoria SustainAbility. Segundo o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês), órgão das Nações Unidas que estuda o clima, existe um modo de evitar o problema: cortar as emissões de gases poluentes pela metade, do que era em 1990,…” (Leia mais e comente a matéria)

SURRAS DIMINUEM O Q.I. DE CRIANÇAS, AFIRMA ESTUDO

25/09/2009

bater n as criancas

Folha Online – New Scientist

Uma boa surra pode deixar uma marca na criança que é pior do que o desenho vermelho das mãos. Palmadas e outras punições corporais atrasam a inteligência infantil, segundo demonstra um novo estudo.

O Q.I. (quociente de inteligência) de crianças entre 2 e 4 anos que receberam palmadas regulares de seus pais caiu mais de cinco pontos no decorrer de quatro anos, comparado com o de crianças que não levaram palmadas.

“O lado prático disso é que os pediatras e psicólogos precisam começar a fazer o que nenhum deles faz agora, e dizer, ‘não batam, sob qualquer circunstância'”, diz Murray Straus, sociólogo da Universidade de New Hampshire, em Durham, que capitaneou o estudo juntamente a Mallie Paschall, do Centro de Pesquisa e Prevenção em Berkeley, na Califórnia…” (Leia mais e comente a matéria)

DUAS CRIANÇAS PORTADORAS DO HIV ENCONTRARAM NA AMIZADE UMA ARMA NA LUTA CONTRA A DOENÇA

19/09/2009

hiv

“UNIDAS PELA DOR E PELA ESPERANÇA, ANA E DAVI PROTAGONIZAM
A MAIS COMOVENTE HISTÓRIA DE SOLIDARIEDADE E AFETO.
A VIDA DELAS É A PROVA DE QUE A BONDADE DO SER
HUMANO AINDA PODE TRIUNFAR”

Correio Brasiliense – Marcelo Abreu

“Há um mês, um anjo entrou naquela casa com cheiro de alfazema e paredes pintadas de verde, azul e laranja. Mudou a rotina de toda aquela gente. Não, não é uma história de faz de conta nem de fadas encantadas.

Aliás, esta história nada tem de mentirinha. É feita de dor, lágrimas, preconceito, quase fim, renascimento e uma esperança infindável. O anjo que chegou àquele lugar tem 7 anos, não anda, não fala, não enxerga. Mas escuta bem. É o sentido que o mantém ligado ao mundo. Que o faz sorrir. E o que o encanta…” (Leia mais e comente a matéria)