Posts Tagged ‘Livros’

BICICLOTECA

22/07/2011

BIKE ITINERANTE DOA LIVROS A MORADORES DE RUA

Super Interessante – Débora Spitzcovsky

“Está na Constituição brasileira: todo o cidadão tem direito à cultura e educação e, para ajudar a cumprir essa Lei, o IMV – Instituto Mobilidade Verde criou a Bicicloteca, uma bike itinerante desenvolvida para percorrer as ruas das cidades brasileiras doando livros aos moradores de rua.

Com um compartimento traseiro que tem capacidade para armazenar até 150 kg de livros, a Bicicloteca é capaz de levar a leitura a centenas de desabrigados, que para ganhar uma obra só precisam fazer uma promessa: doar o livro para outro morador de rua, quando terminarem a leitura – já que seria inviável pedir para que obras fossem devolvidas à biblioteca, como de costume.

O projeto ainda está no começo e a primeira Bicicloteca do IMV será doada, na próxima segunda-feira, 25 de julho – não por acaso, o Dia do Escritor – para o MEPSRSP – Movimento Estadual de População em Situação de Rua de São Paulo, que oferece assessoria jurídica aos desabrigados, além de encaminhá-los para projetos sociais e empresas dispostas a oferecer emprego…” (Leia e comente)

Anúncios

10 LIVROS PARA AS FÉRIAS DE VERÃO

17/12/2010

VIP – Substantivo Masculino – Rodolfo Viana

“Um marco nos romances gráficos no Brasil, Cachalote é um compêndio sobre o silêncio e o desejo de emergir do fundo do poço. Histórias em que o vazio é o protagonista da realidade. Toda felicidade é efêmera. Nenhuma redenção é plena. Excelente opção para aquela tarde de chuva tropical.” Leia um trecho (Veja os outros títulos e comente)

7 LIVROS QUE FERRARAM A HUMANIDADE (OU QUASE)

27/08/2010

“L’uomo delinqüente” (O homem delinquente), Cesare Lombroso, 1876

Super Interessante – Ana Carolina Prado

“Teóricos equivocados podem causar grandes prejuízos. Já tivemos livros que incentivavam a matança de mulheres consideradas bruxas, defendiam a inferioridade de certas nacionalidades, diziam que as mulheres eram menos inteligentes que os homens. Com a ajuda de historiadores, listamos 7 livros que, por causa de teorias equivocadas, inspiraram pessoas a cometer atos e sustentar ideias desastrosas.

Os livros não estão em nenhuma ordem particular e, é claro, foi impossível listar todos eles. Comente e diga quais você acha que faltaram…” (Leia e comente)

A REALIDADE DA ESTANTE VIRTUAL

09/08/2010

Portal Literal – Bruno Dorigatti e Felipe Pontes

“Você viu os livros mais vendidos da semana? Em primeiro lugar, já há algum tempo, Vidas secas, de Graciliano Ramos. Em segundo e quarto lugares, George Orwell, com A revolução dos bichos e 1984. Na terceira posição, Gabriel García Márquez com o seu clássico Cem anos de solidão. A lista segue com Paulo Freire (Pedagogia da autonomia), Jorge Amado (Capitães da areia), Aldous Huxley (Admirável mundo novo) e Clarice Lispector (A hora da estrela). Entre os 30 primeiros, encontramos José Saramago, Celso Furtado, Sérgio Buarque de Hollanda, Marilena Chauí, J.D. Salinger, Eduardo Galeano, Max Weber, Alfredo Bosi…

Se, claro, não estamos tratando dos mais vendidos nas livrarias país afora, ao menos, é um alento ver que, para além de vampiros, cabanas e auto-ajuda, o leitor brasileiro opta, sim, pela bibliodiversidade oferecida pelos sebos Brasil afora. A lista acima mencionada é a do site Estante Virtual, que reúne 1.753 sebos em 313 cidades país adentro e oferece quase 7 milhões de livros on-line, que podem ser comprados por meio de depósito, transferência, boleto bancário e cartão de crédito e em poucos dias chegam à sua casa. Destes, 5,8 milhões custam menos de R$ 30.

Criado em 2005 por André Garcia, formado em marketing, que precisava de alguns livros para o mestrado e não estava encontrando. Ao pesquisar nos sebos do Rio de Janeiro, percebeu o enorme vazio a ser explorado: acervos on-line,…” (Leia e comente)

CONTAR HISTÓRIAS JÁ É NEGÓCIO DE GENTE GRANDE

21/05/2010

Veja – Maria Carolina Maia – Foto: Divulgação

“Há muito, muito tempo, existia um imperador chamado Gengis Khan. Esse imperador era muito poderoso. Quando ele não estava conquistando terras, ficava descansando no seu castelo de veraneio. O hobby preferido do imperador era caçar. Com quem? Com uma águia, que ele levava no braço.” Este é um trecho de O Imperador e a Águia, uma das histórias que compõem o repertório do contador Ilan Brenman. Israelense naturalizado brasileiro, Ilan, 37, vive de contar histórias. Mas se engana quem pensa que contadores como ele têm como público as crianças, apenas. A atividade de narrar histórias se tornou um negócio de gente grande – tanto para públicos infantis quanto para maduros. Por cada palestra que dá em escolas sobre o tema, ele recebe de 2.000 a 3.000 reais.

“Vivo de contar histórias e vivo muito bem”, diz outra narradora, a atriz Ana Luísa Lacombe, 46. Ela enveredou pelo ramo há oito anos e hoje se apresenta em locais variados, de clubes a projetos sociais, contando histórias para adultos e crianças de todas as idades. “Só faço isso.” (Leia e comente)

“FACILITO A PIRATARIA DOS MEUS LIVROS”

12/05/2010

EM SEU BLOG, PAULO COELHO PERMITE QUE LEITORES
BAIXEM OBRAS GRATUITAMENTE.

Seleções – Ubiratan Brasil

“Paulo Coelho gosta de quebrar barreiras e ultrapassar fronteiras para divulgar sua obra. No início deste ano, ele confirmou um acordo com a Amazon, uma das maiores livrarias virtuais do mundo, para a venda de 17 de seus livros pelo formato e-book, em português. Trata-se de um dos primeiros autores nacionais a disponibilizar um material tão vasto na nova ferramenta. É também um novo caminho para atingir seu leitor no momento em que é obrigado a dividir a primazia das listas dos mais vendidos em todo o mundo com Dan Brown e seus códigos misteriosos.

A rede mundial, na verdade, não representa um mistério para Coelho.  Afi­nal, quando boa parte do planeta buscava formas de combater as cópias ilegais, ele passou a oferecer em seu blog oficial links para download de 20 obras em português e traduções para outros seis idiomas. É o já conhecido Pirate Coelho. “Coloco as traduções que encontro na Internet, facilitando o trabalho de piratear meus livros”, justificou. No site, o escritor lembra que não detém os direitos autorais sobre as traduções e incentiva o internauta tanto a adquirir uma cópia legalizada ou, se for baixar o livro,…” (Leia e comente)

SEMANA DOS LIVROS

29/03/2010

PROJETO DISPONIBILIZA GRATUITAMENTE OBRAS DE COLEÇÃO HISTÓRICA SOBRE A ECONOMIA, A POLÍTICA
E A NATUREZA DO BRASIL

Ciência Hoje On-line – Sofia Moutinho

“Semana de novidades de leitura na rede. Noticiamos que a Editora Unesp disponibilizou dezenas de livros para baixar de modo gratuito. Falamos também da USP e de seu selo editorial Brasiliana: a universidade pôs no ar o conteúdo de periódicos históricos, todos digitalizados e, também, a preço zero.

Agora, descobrimos uma ação homônima da iniciativa da editora da USP. Uma boa notícia para quem se interessa por livros raros e pela história do Brasil. Está disponível on-line a Coleção Brasiliana, que reúne obras de autores brasileiros e estrangeiros que retrataram o país nos campos da história, sociologia, economia, antropologia e história natural, da época colonial à década de 1990…” (Leia e comente)

LITERATURA: BARBUDOS CRETINOS E SUAS HISTÓRIAS CANALHAS

24/01/2010

Portal Literal – Folhetim pulp. Escrito por Ana Paula Maia.

“O lixo está por todo lugar e são de várias espécies: atômico, espacial, especial, hospitalar, industrial, radioativo, orgânico e inorgânico; mas Erasmo Wagner só conhece uma espécie de lixo. Aquele que é jogado pra fora de casa. A imundície, o podre, o azedo e o estragado. O que não presta pra mais ninguém. E serve apenas para os urubus, ratos, cães, e pra gente como ele. Trabalha no caminhão de lixo parte do dia. Larga às quatro da tarde. Conhece o conteúdo de alguns sacos só pelo cheiro, formato e peso. Já teve tétano. Já teve tuberculose. Já foi mordido por rato e picado por urubu. Conhece a peste, o espanto e o horror; por isso é ideal pra profissão que exerce.

Revende em casa aquilo que acha em bom estado: Colchão, estrado de cama, vaso sanitário, portas, armários, grades, cofres, cadeiras, canos e o que mais puder ser aproveitado. Lucra metade de seu salário com a venda do lixo.

Não pensa nos miseráveis dos aterros sanitários que também poderiam lucrar com o que há de melhor no lixo. Ele realmente não se importa. Assim, como quem está acima dele, não se importa também. Na escala decrescente de famintos e degenerados, ele ocupa um posto pouco acima dos miseráveis. É como levar um tiro de raspão…” (Leia e comente)

TUDO ZEN

14/10/2009

mulher lendo

Vip – Liane Alves

“A expressão já caiu no domínio popular: ser zen significa ser tranquilo, gostar da natureza, meditar e fazer cada coisa com muita atenção e cuidado. Essa vertente do budismo, que se iniciou na China com o nome de chán e depois se instalou no Japão no século 5º, batizada de zen, inspira toda arte, literatura e sabedoria japonesas. Indicamos aqui oito livros que podem dar a você uma ideia mais clara do que é o zen. Melhor: como ele pode ser aplicado no seu dia a dia…” (Leia mais e comente a matéria)

O Zen na Cozinha Monja Gyoku Eku, CLA

O Zen na Cozinha Monja Gyoku Eku, CLA

ENREDO: livro que dá várias receitas da cozinha shôjin (baseada no princípio do zen) e ainda explica como o espírito con tem plativo pode ser pratica do durante a arte de cozinhar, escolher alimentos e apresentá-los. Foi escrito por uma monja zen brasileira, Gyoku Eku, que morou no Japão e hoje vive em Brasí lia, onde dirige um centro zen. Vegetariana, a cozinha shôjin procura preser var os sabores originais dos alimentos.
PRINCIPAL LIÇÃO: ao fazer um prato, imagine que você é um pintor diante de uma tela. Coloque cada alimento observando sua cor e textura e os arrume com harmonia, sem se distrair.

TRAMAS URBANAS PARA DOWNLOAD

13/10/2009

tramas urbanas

Portal Literal

“A música, a moda, as artes plásticas, o jornalismo, entre outras vertentes da cultura urbana tem ganhado cada vez mais espaço nas periferias. O enfoque da periferia produzindo para os pares e para o mundo, sem precisar da tutela que um dia achou-se necessária (pelos que nunca foram da periferia) é cada vez mais a regra.

A coleção Tramas Urbanas, da Aeroplano Editora, trouxe, em sua primeira leva, dez livros que abordam esta crescente produção cultural. São eles Acorda hip-hop!, do DJ TR; Cidade ocupada, de Ericson Pires; Cooperifa, de Sérgio Vaz; Daspu, de Flavio Lenz; Favela toma conta, de Alessandro Buzo; Poesia revoltada, de Écio Salles, História e memória de Vigário Geral, de Maria Paula Araújo e Écio Salles; Notícias da favela, de Cristiane Ramalho; Tecnobrega, de Ronaldo Lemos e Oona Castro (orgs.); e Trajetória de um guerreiro, de DJ Raffa. E agora disponibiliza todos os volumes para download gratuito. É só clicar e conferir.

Leia trechos do release da coleção, que em breve lança outros dez títulos:

A cultura produzida na periferia é a grande novidade do século XXI e já começa a gerar inúmeros trabalhos acadêmicos, seminários e teses. Mais ainda: os novos movimentos culturais gerados em favelas e periferias das grandes cidades repercutiram com tamanha força que saíram dos limites da exclusão e estão dando origem a uma nova cultura…” (Leia mais e comente a matéria)

Livros da coleção Tramas Urbanas, na íntegra para download