Posts Tagged ‘Melhor Idade’

PARAR NÃO É UMA OPÇÃO

05/01/2017

trangling

Trip por Ricardo Guimarães

VIDA É MOVIMENTO, ATIVIDADE. PARAR, SAIR DO RITMO DE PRODUÇÃO, DAR UM TEMPO, TER UMA CALMA QUE NÃO GERA RIQUEZA MATERIAL, É UM TIPO DE MORTE

Caro Paulo,

Gostei de ter participado da Batalha das Estrelas, no Planetário do Ibirapuera. Obrigado pela experiência. Vivemos uma época muito confusa, por isso acho superoportuno trocar ideias com gente que está vivendo a vida no olho do furacão. Parabéns.

Anúncios

PESSOAS COM MENOR GRAU DE EDUCAÇÃO ENVELHECEM MAIS RÁPIDO, SUGERE ESTUDO

13/05/2011

PESQUISA INDICA QUE EDUCAÇÃO MELHOR AJUDA PESSOAS A TOMAR DECISÕES MAIS APROPRIADAS PARA
A SAÚDE A LONGO PRAZO

Estadão

“Uma pesquisa britânica realizada com 400 homens e mulheres sugere que pessoas com menos educação tem tendência a envelhecer mais rapidamente.

Análises do DNA dos pesquisados sugerem que o envelhecimento celular é mais avançado em adultos sem qualificações comparados com aqueles que tem um diploma universitário.

A instituição de caridade britânica para problemas do coração, British Heart Foundation, afirmou que o estudo, realizado em Londres e publicado na revista especializada Brain, Behaviour and Immunity, reforça a necessidade de enfrentar as diferenças sociais.

“Não é aceitável que o local onde você vive ou o quanto você ganha – ou a menor bagagem acadêmica – possam significar um risco maior de doenças”, afirmou o professor Jeremy Pearson, diretor médico associado da instituição.

A ligação entre boa saúde e status socioeconômico já foi estabelecida em outras pesquisas.

As pessoas mais pobres tem mais probabilidade de fumar, fazer menos exercícios e ter menos acesso atendimento de saúde de boa qualidade, quando comparadas as pessoas mais ricas…” (Leia e comente)

LEVANTE-SE JÁ DA CADEIRA E GANHE ANOS DE VIDA

28/10/2010

ATÉ MESMO PARA QUEM FAZ GINÁSTICA, PERMANECER SENTADO POR PERÍODOS PROLONGADOS AUMENTA DEMAIS O RISCO DE DOENÇAS CARDÍACAS E CÂNCER. É O QUE PODEMOS CHAMAR DE SÍNDROME DA PREGUIÇA — E ELA NÃO É MOLEZA

Saúde É Vital – Adriana Toledo

“Quem faz ginástica e sua a camisa pelo menos três vezes por semana na certa respira aliviado, com a sensação de ter escapado do rótulo de sedentário. Mas agora vem um outro lado da história, mostrando que essa pode ser uma conclusão precipitada. Porque, segundo pesquisadores do American Cancer Society, não basta alcançar essa, digamos, cota semanal de atividade física se, no restante do tempo, a pessoa passa boas horas sentada — seja na frente do computador, empacado no trânsito, seja curtindo uma televisão.

Eles acompanharam nada menos do que 120 mil indivíduos pelo longo período de 14 anos. Ficaram de olho em sua rotina, de acordo com questionários que os participantes preenchiam regularmente. E fizeram observações de cair o queixo: as mulheres que gastam pelo menos seis horas por dia grudadas na cadeira apresentam um risco 37% maior de morrer por uma doença quando comparadas àquelas que não ultrapassam três horas sentadas. Já os homens que vivem sentados têm um risco apenas 17% maior de sofrer de um problema fatal — vai saber o porquê!…” (Leia e comente)

IDADE AVANÇADA TRAZ MESMO SABEDORIA, CONFIRMA ESTUDO

06/04/2010

PESSOAS MAIS VELHAS MOSTRAM-SE MAIS CAPAZES DE ADMINISTRAR CONFLITOS E DE COMPREENDER DIVERGÊNCIAS

Estadão

“E a vovó estava certa: ouça os mais velhos. Nova pesquisa indica que as pessoas de mais idade são realmente sábias, no sentido de saberem como administrar conflitos humanos e em aceitar as incertezas inevitáveis da vida.

Não se trata de quantos fatos uma pessoa conhece, ou da capacidade de operar um controle remoto universal, mas da capacidade de lidar com desentendimentos – da sabedoria social.

Pesquisadores liderados por Richard E. Nisbett, da Universidade de Michigan, determinou que os mais velhos têm maior probabilidade, na comparação com jovens e pessoas de meia-idade, de perceber que as pessoas podem ter valores diferentes, reconhecer incertezas, aceitar que as coisas mudam e reconhecer outros pontos de vista.

“O efeito da idade na sabedoria se mantém em todas as classes sociais, níveis de educação e de QI”, informam os autores na edição desta terça-feira, 6, da revista  Proceedings of the National Academy of Sciences…” (Leia e comente)

IDOSOS PRECISAM EXERCITAR FLEXIBILIDADE E FORÇA, RECOMENDAM EUA

18/08/2009

Senior Stretches

Folha Online – Gabriela Cupani

American College of Sports Medicine acaba de elaborar as novas recomendações de atividade física para idosos, que enfatizam os benefícios da prática de exercícios de força e de flexibilidade, além dos aeróbicos.

O novo documento dá um panorama completo das evidências científicas sobre os benefícios da atividade física para prevenir e tratar diversos males ligados ao envelhecimento.

A nova recomendação será lançada no Brasil em outubro. “Esse é um grupo de referência no assunto para o mundo inteiro, por isso quem lida com a saúde do idoso deveria seguir essas recomendações”,…” (Leia mais)

AS HISTÓRIAS (REAIS) DE UM TAXISTA

11/08/2009

taxi 1

Correio Brasiliense – Marcelo Abreu

“A história chegou assim à redação: “O taxista mais antigo de Brasília em atividade continua rodando. E faz ponto no aeroporto. Segundo o filho dele, o pai tem ótimas histórias para contar desde a época da construção da cidade. Ele foi comerciante, antes de ser taxista”. Taís Braga, coordenadora de reportagem, sempre empolgada com todas as coisas que lhe caem à mão e conhecedora das coisas de gente, me disse: “É a sua cara. Vai lá e faz uma linda matéria…”. Pensei: “Histórias de taxistas devem ser muito parecidas com as de pescadores. Ambas são de uma imaginação sem tamanho. Há um tanto ou todo o tanto de lorota”.

Partimos para a QF 14, no Riacho Fundo I. Final de tarde da última sexta-feira. Lá, um homem de calça social, camisa de manga curta, também social, e sapatos escuros engraxados com esmero,…” (Leia mais)

IDADE E FELICIDADE

10/08/2009

velhinho

BBC Brasil

“Uma pesquisa americana concluiu que as pessoas ficam mais felizes quando envelhecem.
O estudo pediu que voluntários com idades entre 18 e 95 anos participassem de experimentos e mantivessem um diário sobre seu estado emocional.
A pesquisadora Laura Cartensen, da Universidade de Stanford, descobriu que as pessoas mais jovens ficavam de mau humor com maior frequência e por mais tempo que as mais velhas.
Além disso, os mais idosos lidaram melhor com críticas pessoais e conseguiram controlar e equilibrar melhor suas emoções.
O chefe de políticas públicas da organização britânica Age Concern, Andrew Harrop, disse que o estudo traz boas notícias.
“Para muitas pessoas, a velhice representa medo e preocupação. Muitos jovens assumem que envelhecer é um processo que inevitavelmente…” ” (Leia mais)

VOVÓ NÃO OUVE

25/06/2009

velhinha linda

“Problemas de audição podem
levar ao afastamento do convívio social
e em família e, em casos mais
graves,causar depressão…”

Mais de 50 – Maria da Luz Miranda

“Vovó está na sala, ouve as conversas, mas não demonstra entender o que é dito. Embaraçada, ela passa a se distanciar do convívio em casa e em outros ambientes…

“…A fonoaudióloga Cileide Obrich chama a atenção para alguns sinais de alerta: redução na percepção da fala, principalmente em ambientes ruidosos intolerância a sons de alta intensidade alterações psicológicas como a depressão, frustração, embaraço, raiva e medo dificuldade de comunicação…” (Leia mais)

PREVENINDO A QUEDAS DOS IDOSOS

12/06/2009

DIA MUNDIAL: 23 DE JUNHO de 2009 – Atividades

cair de maduro

Campanha Nacional de Prevenção a Queda de Idosos

“As quedas são as principais causas de acidentes fatais em pessoas com mais de 65 anos, estima-se que 30% das pessoas acima dessa faixa etária caem ao menos uma vez por ano no Brasil.”

“Ano passado algumas personalidades tiveram complicações decorrentes de quedas domésticas. Um deles foi Chico Anísio que caiu dentro de casa e quebrou a vértebra cervical e ficou internado. Oscar Niemeyer foi outro nome conhecido que enfrentou o mesmo problema que o humorista. Niemeyer quebrou o quadril e também ficou internado. Ambos se submeteram a cirurgia para correção das seqüelas.”