Posts Tagged ‘Política’

FALTAM ESTADISTAS, MAS TEMOS AS RUAS, DIZ GUILHERME MOTA

28/12/2016

Brazil Impeachment Protests

Blog Direto da Fonte por Sonia Racy

Na passagem de um ano conturbado para outro incerto, o historiador Carlos Guilherme Mota fica no meio: para sair da crise, “faltam-nos estadistas”. Não é difícil constatar que “as atuais lideranças não têm claro o ponto a que desejam levar o País”. Em compensação, “despontou uma nova sociedade civil” que sabe cobrar dos governos que façam seu papel. Ela inclui não só juízes, advogados e procuradores, mas profissionais liberais, cientistas, estudantes…

Como estudioso dos conflitos brasileiros desde a colônia, Mota separa o drama nacional em dois… Continue lendo

A DESINFORMAÇÃO COMO ESTRATÉGIA POLÍTICA DESAFIA O JORNALISMO

10/12/2016

banner

Observatório da Imprensa por Carlos Castilho

O presidente eleito dos Estados Unidos Donald Trump não é o primeiro político a usar a desinformação para encurralar adversários e seduzir eleitores, mas ele é seguramente quem a oficializou como estratégia prioritária de comunicação nas semanas que antecedem a mudança de governo na nação mais poderosa do planeta.

Desinformação é o processo pelo qual uma notícia falsa, parcialmente falsa, conceitos distorcidos ou fatos fora de seu contexto são sistematicamente difundidos por… Continue lendo

FICOU CARO SER CORRUPTO? COMO OPERAÇÕES DA PF E DO MP ESTÃO MUDANDO COMPORTAMENTO DE EMPRESAS BRASILEIRAS

08/12/2016

money

BBC Brasil por Luís Bulcão Pinheiro

OPERAÇÕES COMO LAVA JATO E ZELOTES TÊM EXPOSTO NÃO SÓ A CLASSE POLÍTICA COMO TAMBÉM AS GRANDES EMPRESAS DO PAÍS.

….Até pouco tempo, antes de virem à tona as grandes operações como Lava Jato e Zelotes, a corrupção parecia ser um bom negócio no Brasil.

Muitas vezes, a obtenção de um alvará ou de uma licença poderia sair mais em conta ou demorar menos tempo por meios escusos.

A corrupção também ajudava a aumentar a previsibilidade de um empreendimento, ganhar tempo e encontrar atalhos para driblar a burocracia. No balanço final, os meios ilegais poderiam representar uma economia real para uma empresa.

Além disso, atuar fora da conformidade das leis também era visto como vantagem… Continue lendo

O DESMANCHE NEOLIBERAL

07/12/2016

luis_fortuno_rata_neoliberal_by_latuff2

Revista Cult

A REFORMA DAS INSTITUIÇÕES POLÍTICAS RESTRINGE A PARTICIPAÇÃO POPULAR NAS DECISÕES PÚBLICAS,
E A DEFESA DOS DIREITOS CIVIS INEXISTE

Neste Especial, os professores Ruy Braga, do Departamento de Sociologia da USP, e Alvaro Bianchi, do Departamento de Ciência Política da Unicamp, explicam as heranças e consequências do neoliberalismo, que nas palavras de Laurence Cox e Alf Gunvald Nilsen, apresenta-se como um “movimento social ofensivo ‘dos de cima’” cujo objetivo é promover um amplo ajuste social capaz de concatenar as necessidades empresariais num contexto de crise de acumulação às exigências de reprodução da ordem política diante da crise de legitimidade promovida por um Estado nacional refém… Continue lendo

POR QUE OS POLÍTICOS MENTEM TANTO?

21/11/2016

images

Revista Veja/Nature

SEGUNDO ESTUDO PUBLICADO NA REVISTA CIENTÍFICA ‘NATURE NEUROSCIENTE’, A RESPOSTA PODE SER SIMPLES: ELES PRATICAM

A mentira é um recurso reconhecido como exclusivamente humano. Provavelmente desde que o primeiro homem teve a habilidade de apontar erroneamente o lugar da melhor caça para não ter que dividir seu alimento, a desonestidade está em nossa sociedade. Ao longo da jornada evolutiva, as capacidades de falar, negociar e mentir foram aperfeiçoadas até que atingiram seu ápice nos sofisticados discursos de políticos treinados por marqueteiros em período eleitoral – ou nas histórias contadas para escapar de investigações, como a Operação Lava Jato. De acordo com um novo estudo publicado na revista Nature Neuroscience, a razão para tanta habilidade nas lorotas pode ser simples: a prática. Ao longo do tempo, o cérebro… Continue lendo

OLIMPÍADA E IMPEACHMENT MELHORAM IMAGEM INTERNACIONAL DO BRASIL, DIZ ESTUDO

06/11/2016

world-environment-day-graphics-86

UOL Notícias – Blog do Brasilianismo por Daniel Buarque

A edição mais recente do estudo I See Brazil, que avalia regularmente a abordagem da imprensa internacional a respeito da imagem do Brasil, diz que o país começou a recuperar sua reputação no terceiro trimestre desse ano.

Segundo o relatório divulgado nesta semana, a Olimpíada, o fim do processo de impeachment e a leve melhora nos índices econômicos ajudaram a mudar a tendência anterior, que havia levado o país a… Continue lendo

A MEMÉTICA E A ERA DA PÓS-VERDADE

04/11/2016

faces-emocoes-copia

Revista Cult por Ivana Bentes

ESTAMOS VENDO A RESSACA DE UM DESSES PROCESSOS DE MEMETIZAÇÃO: A DEMONIZAÇÃO, CRIMINALIZAÇÃO E DESQUALIFICAÇÃO DAS ESQUERDAS NO BRASIL E NO MUNDO

Entramos na era da pós-verdade e do pós-fato, em que a verdade não é falsificada, ou contestada, mas de importância secundária. A campanha de Donald Trump nos Estados Unidos, a popularização dos enunciados criacionistas e da cura gay anunciados pelos parlamentares-pastores no Brasil, a campanha jurídico-midiática que produziu o impeachment, o repertório memético da direita e da esquerda, transformam questões complexas em evidências instantâneas, em sentimentos, preconceitos, caricaturas que podem ter apenas um efeito irônico e cômico ou podem, em uma campanha política ou de difamação, serem devastadores e destruir reputações, campos e a credibilidade… Continue lendo

A VEREADORA OCTAGENÁRIA

03/11/2016

02-credito-camaramunicipaldecuritiba

Revista TPM por Marília Dissenha – Foto divulgação CMC

A PESSOA MAIS VELHA ELEITA VEREADOR NO BRASIL É MULHER E EM 12 ANOS DE CÂMARA NUNCA FALTOU OU SE ATRASOU PARA O TRABALHO. COM QUASE 89 ANOS, DONA LOURDES AINDA QUER FAZER MAIS NO PRÓXIMO MANDATO

Maria de Lourdes Beserra de Souza, mais conhecida como Dona Lourdes do Santa Quitéria, ocupa um gabinete na Câmara Municipal de Curitiba há 12 anos. Em 2017, ela segue no ofício como a candidata mais velha eleita no Brasil: no dia 3 de dezembro, completa 89 anos de idade, feliz e disposta. “Em todos esses anos de Câmara, não faltei nenhum dia, nunca me atrasei ou justifiquei. Então, é a prova de que eu tenho saúde e estou bem, né?”

O interesse pela política sempre existiu, embora a primeira candidatura tenha vindo apenas quando já estava aposentada, após 30 anos… Continue lendo

MONICA DE BOLLE: ESTÁ NA HORA DE LEVAR A PEC PARA O BAR

01/11/2016

monica-de-bolle1-644x330

Época Negócios

A ECONOMISTA ESTÁ LANÇANDO O LIVRO “COMO MATAR A BORBOLETA AZUL”, EM QUE REPASSA A ERA DILMA PARA MOSTRAR EM QUE PONTO A ECONOMIA COMEÇOU A DAR ERRADO

Em  uma das passagens do livro “Como matar a borboleta azul: uma crônica da era Dilma”, a economista Monica de Bolle pega carona na premissa do filme “Meia-noite em Paris”, do cineasta americano Woody Allen, para ilustrar uma viagem no tempo da então presidente Dilma Rousseff. Sai o Peugeot 184 Landaulet, entra uma Romiseta que leva Dilma até a década de 1970, onde se inspira nas políticas de campeões nacionais… Continue lendo

QUEM PRECISA DE FORÇAS ARMADAS?

17/06/2012

Carta Capital – Roberto Amaral

“Desgastadas política e socialmente com a ditadura (1964-1985), nossas Forças Armadas, desde o governo Fernando Collor, vêm sendo objeto de crescente (e burra) marginalização, que se aprofundou no governo Fernando Henrique Cardoso. Solícito no atendimento às diretrizes norte-americanas, o segundo Fernando foi diligente na política de tentar confinar nossas Forças em atividades típicas de polícia, como o combate ao contrabando e ao narcotráfico. Mas, justiça lhe seja feita, deu o pontapé inicial para a criação do Ministério da Defesa, boa ideia que ainda poderá vingar.

Já o governo Luiz Inácio Lula da Silva teve o grande mérito de aprovar a primeira Estratégia Nacional de Defesa com visão própria da inserção do Brasil no cenário geopolítico mundial. Finalmente, a presidente Dilma Rousseff (embora as Forças Armadas permaneçam cumprindo papel de polícia nos morros cariocas) avança na definição de programa…” (Leia e comente)