Posts Tagged ‘Sabedoria’

JOVEM COM CÂNCER ÓSSEO DIZ QUE VIVEU ‘UMA VIDA COMPLETA’ EM TRÊS ANOS

27/07/2011

UM JOVEM AMERICANO QUE FALECEU DE CÂNCER TRÊS ANOS APÓS O DIAGNÓSTICO DEDICOU-SE A APROVEITAR AO MÁXIMO NO TEMPO QUE TINHA. EM SEU ÚLTIMO ANO DE VIDA, ELE SE APAIXONOU E CASOU-SE COM A NAMORADA, QUE FICOU AO SEU LADO ATÉ O FIM.

BBC  Brasil

“Alex Lewis foi diagnosticado aos 17 anos com câncer nos ossos e passou por um tratamento intensivo contra a doença, sem sucesso. Ele faleceu pouco depois do seu aniversário de 22 anos.

Durante os últimos três anos, ele experimentou o que muitas pessoas levam toda a vida para conseguir, inclusive conhecer e casar com o amor de sua vida.

A história de Alex foi tema do documentário “Alex: A Life Fast Forward” (Alex: Uma Vida Acelerada, em tradução livre), do canal de TV britânico BBC Three.

O garoto foi diagnosticado depois de sentir dor no braço por meses. “Ele jogava muito tênis de futebol americano, por isso imaginou que havia distendido alguns músculos,…” (Leia e comente)

Anúncios

CURTA E SÁBIA!

01/04/2011

Uma noite, um velho índio falou ao seu neto sobre o combate que acontece dentro das pessoas.

Ele disse: – Há uma batalha entre dois lobos que vivem dentro de todos nós.

Um é Mau – É a raiva, o ódio, a inveja, o ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, vaidade, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, orgulho falso, superioridade e ego.
O outro é Bom – É a alegria, fraternidade, paz, a amizade, o Amor, solidariedade, esperança, serenidade, humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé.

O neto pensou nessa luta e perguntou ao avô: – Qual lobo vence?
O velho índio respondeu:

– Aquele que você alimenta!

– Obrigado Sandrinha!

OFERECER A OUTRA FACE

01/12/2010

Momento de Reflexão

Um dos conceitos intrigantes de Jesus é Sua proposta de, quando alguém nos bater em uma face, oferecer a outra.

Ao analisarmos literalmente tal passagem contida nos Evangelhos, vemos ser irracional ficar oferecendo a face para que outro, tomado de violência, nos agrida fisicamente.

Conclui-se, pois, que Jesus não estava nos falando do aspecto físico da bofetada, e nem nos recomendando nos colocarmos, indefesos, frente à violência alheia.

É natural que a ofensa a que Jesus se referia era a do aspecto moral, emocional. São as bofetadas que levamos pela agressão verbal do próximo, pelo discurso provocativo do outro ou, ainda, pelo verbo voraz de quem se nos acerca.

Oferecer a outra face, diz-nos, na intimidade, para oferecer outra possibilidade em nossos relacionamentos, outra maneira de nos conduzir em relação ao próximo.

São frequentes as dificuldades que temos ao nos relacionar, por exemplo, com alguém de nosso meio familiar. Às vezes, nossas observações e frases que em qualquer momento parecem tão naturais, com os familiares se transformam em contenda ou dissensões, brigas e altercações.

Nesses momentos é que se faz necessário oferecer a outra face. Se nos surge um relacionamento difícil, seja na família, no trabalho, no ambiente social, não há nada melhor do que nos propormos a modificar a situação.

Experimentemos, nessas oportunidades, abordar de maneira diferente a pessoa, respeitar posicionamentos, entender valores, compreender suas ações.

Ao modificar nosso olhar a respeito das atitudes de quem nos irrita, estaremos oferecendo uma nova face para o relacionamento…” (Leia mais e comente)

MULHER, QUEM PODERÁ ENTENDÊ-LA

06/06/2010

Portal Literal – Joelson Cardozo

“Desde que me conheço por gente (ou até antes), ouço falarem das mulheres como “seres incompreensíveis” por seus jeitos e feitos possuirem um mistério para o público masculino. Nos dias de hoje, estes termos críticos, muitas vezes destrutívos ainda são usados, fala-se muito sobre esta incompreensão, porém é mais aceito devido a situação da mulher atual e suas características, no entanto tais “características” são na verdade evidências de um potencial imenso que a mulher traz consigo, uma capacidade de ser ótima Profissional, Líder, Mãe e em especial, MULHER.

Afinal de contas, Algum homem já tentou entender outro homem? Certamente que não, (um ser sistemático, cabeça dura, teimoso de doer quando se trata de estar certo ou ser o dono da razão, mão fechada, ranzinza… ∞), a verdade é que somos uma espécie de comunidade que se aceita com espontaneidade, isto não significa que haja uma compreensão do quê ou o quê pode ser um homem. Eu que o diga, afinal de contas sou homem e como todos, possuo muitos dos defeitos acima listados e em conformidade com a maioria de nós homens, tenho um gosto por quadrinhos e seus heróis. Se a minha vida fosse em quadrinhos, minha esposa seria a minha heroína.

Mulher, ser frágil e delicado (nunca deixem de ser assim), pois são princípios do “ser Mulher” e não serão inferiores devido a delicadeza e fragilidade,…” (Leia e comente)

IDADE AVANÇADA TRAZ MESMO SABEDORIA, CONFIRMA ESTUDO

06/04/2010

PESSOAS MAIS VELHAS MOSTRAM-SE MAIS CAPAZES DE ADMINISTRAR CONFLITOS E DE COMPREENDER DIVERGÊNCIAS

Estadão

“E a vovó estava certa: ouça os mais velhos. Nova pesquisa indica que as pessoas de mais idade são realmente sábias, no sentido de saberem como administrar conflitos humanos e em aceitar as incertezas inevitáveis da vida.

Não se trata de quantos fatos uma pessoa conhece, ou da capacidade de operar um controle remoto universal, mas da capacidade de lidar com desentendimentos – da sabedoria social.

Pesquisadores liderados por Richard E. Nisbett, da Universidade de Michigan, determinou que os mais velhos têm maior probabilidade, na comparação com jovens e pessoas de meia-idade, de perceber que as pessoas podem ter valores diferentes, reconhecer incertezas, aceitar que as coisas mudam e reconhecer outros pontos de vista.

“O efeito da idade na sabedoria se mantém em todas as classes sociais, níveis de educação e de QI”, informam os autores na edição desta terça-feira, 6, da revista  Proceedings of the National Academy of Sciences…” (Leia e comente)

TUDO ZEN

14/10/2009

mulher lendo

Vip – Liane Alves

“A expressão já caiu no domínio popular: ser zen significa ser tranquilo, gostar da natureza, meditar e fazer cada coisa com muita atenção e cuidado. Essa vertente do budismo, que se iniciou na China com o nome de chán e depois se instalou no Japão no século 5º, batizada de zen, inspira toda arte, literatura e sabedoria japonesas. Indicamos aqui oito livros que podem dar a você uma ideia mais clara do que é o zen. Melhor: como ele pode ser aplicado no seu dia a dia…” (Leia mais e comente a matéria)

O Zen na Cozinha Monja Gyoku Eku, CLA

O Zen na Cozinha Monja Gyoku Eku, CLA

ENREDO: livro que dá várias receitas da cozinha shôjin (baseada no princípio do zen) e ainda explica como o espírito con tem plativo pode ser pratica do durante a arte de cozinhar, escolher alimentos e apresentá-los. Foi escrito por uma monja zen brasileira, Gyoku Eku, que morou no Japão e hoje vive em Brasí lia, onde dirige um centro zen. Vegetariana, a cozinha shôjin procura preser var os sabores originais dos alimentos.
PRINCIPAL LIÇÃO: ao fazer um prato, imagine que você é um pintor diante de uma tela. Coloque cada alimento observando sua cor e textura e os arrume com harmonia, sem se distrair.